I nunca vai ter um reddit namorada

5 coisas que sua namorada quer, ela nunca vai ter coragem de te pedir. Dizem que as mulheres conseguem ser um verdadeiro enigma mas se calhar às vezes o problema está em não conseguirmos interpretar os seus sinais. E num relacionamento, existem sempre coisas que a tua namorada vai querer de ti mas que provavelmente nunca vai pedir. E em um fórum sobre relacionamentos no site Reddit, nossa redação colheu alguns depoimentos sobre o que algumas namoradas gostariam em seus parceiros e parceiras, mas que elas nunca vão pedir a eles/elas por conta de não se sentirem à vontade para isso etc. ... 7 coisas que sua namorada quer, mas ela nunca vai ter coragem de te pedir ... Ter um relacionamento longo e próspero com alguém não é uma atividade nada fácil, mas se você ama de verdade essa pessoa provavelmente esteja pronto para Em um fórum sobre relacionamentos no site Reddit, colhemos alguns depoimentos sobre o que algumas namoradas gostariam em seus parceiros e parceiras, mas que 7 coisas que sua namorada quer, mas ela nunca vai ter coragem de te pedir Fatos Desconhecidos ELE NUNCA VAI TER UMA NAMORADA Achou que ele nunca conseguiria uma namorada? Olha pra ele hoje ai, impressionante né? ... Pai descobriu que filho de 13 anos era gay e pediu ajuda no fórum Reddit. O post acabou sendo viralizado Um pai conquistou centenas de... 6 coisas que sua namorada quer, mas nunca vai ter coragem de pedir ... fórum de relacionamentos do agregador social Reddit e descobriu algumas coisas que ... fazer um tapete de pétalas de rosas ... E em um fórum sobre relacionamentos no site Reddit, nossa redação colheu alguns depoimentos sobre o que algumas namoradas gostariam em seus parceiros e parceiras, mas que elas nunca vão pedir a eles/elas por conta de não se sentirem à vontade para isso etc.

um estudo sobre a solidão.

2020.09.07 01:53 pesligeiros um estudo sobre a solidão.

oi, pessoal. tudo bem? sou H, 19. esse é meu primeiro post no reddit, e colocar "H, 19" me faz parecer os velhos pervertidos do omegle.
é irônico o omegle ter vindo a tona no meu desabafo, uma vez que ele encaixa bem em meu raciocínio. sou sozinho. sempre tive muitos amigos - e ainda assim, sempre fui muito sozinho. muito sozinho porque eu era excluído, ou porque eu me excluía. nunca fui pleno de atenção, nunca fui pleno de companhia. eu era humilhado, maltratado, mal visto. elogiado de vez em quando, pra dar uma equilibrada. eu nunca fui o mais bonito, o mais sociável. nunca tive laços profundos. nunca tive irmãos. nunca fui muito ligado a minha família. nunca me dei bem estando comigo mesmo. vejo pessoas que tem amigos, que participam de experienciais, que trocam fofocas de tudo, que tem uma vida sociável agitada. eu não.
em 2017 arranjei uma namorada - uma pessoa que na época me ensinou e me destruiu em níveis bem proporcionais -, me afastei de todo mundo que eu tinha contato pois eu era bem tratado por ela. depois do nosso término, comigo em cacos, já não tinha mais ninguém pra contar. e mesmo que eu tenha recuperado alguns dos pequenos laços que eu tinha antigamente, nunca mais foi o mesmo.
sou íntimo de uma pessoa, no máximo duas pessoas. a verdade é essa. um amigo virtual que mora do outro lado do país e minha ex namorada, que se mostrou uma ótima amiga dado tempo necessário pra se recuperar dos cacos
a verdade é essa, embora eu sempre diga que sou próximo de pelo menos cinco pessoas. mas não, são no máximo duas. uma que mora estados de distância de mim, e uma que constantemente fico com raiva por eu ter tanta proximidade, pois justamente por não ter mais ninguém por perto, me trás a sensação de eu não ter seguido a vida e de eu ser ainda mais solitário do que sou, por mais incrível que ela seja comigo.
nunca mais me relacionei. nunca mais ninguém mostrou interesse por mim - a não ser uma menina do habbo hotel. patético, né? habbo fucking hotel.
nunca mais fiz novos amigos. nunca mais conheci mais pessoas. ninguém sabe que eu existo, e eu não consigo conhecer ninguém. nos últimos doze meses, ganhei muitos quilos, e estar isolado em casa não me ajuda nada com esse problema. eu tenho pessoas com quem contar, se eu for preciso. mas não me sinto conectadas a elas. eu me tornei um desconhecido. alguém que foi esquecido no tempo. e por mais que eu lute para ser visto pelas pessoas da minha cidade, não tenho energia, tempo ou os meios para isto. e hoje em dia, sem energia, gordo (que não é um problema pra muitas pessoas, afinal, é apenas estatura física. pra mim é um problema, pois me sinto cansado, sem energia e com problemas de autoestima gigantescos), sozinho, me sinto cada dia mais solitário.
não quero conselhos nem nada do tipo. é só um desabafo mesmo. queria que a pandemia acabasse. primeiro, pra que as pessoas parassem de morrer por conta desse vírus horrível. e depois: pra ver se eu perco peso, recupero um pouco minhas energias, decido o que vou fazer da minha vida pro futuro. tô em momentos de muitas decisões. talvez assim, em algum caminho da vida, eu encontre amigos que eu me conecte de verdade, alguém se interesse por mim.
até lá, sou apenas isso. e se assim eu continuar, vou acabar virando um velho solitário que vai pra omegle pra ter com quem conversar. não pra ser pervertido. mas pra tentar lamentar sobre como cresci sozinho e envelheci sozinho.
e aí ter a conversa pulada, porque ninguém vai querer falar com um adulto sozinho em um site de anonimato. e com muita razão, porque ninguém sabe quem é que tá do outro lado, e quais são suas malditas intenções.

obrigado a quem leu até aqui.
submitted by pesligeiros to desabafos [link] [comments]


2020.08.17 21:15 Pleasant_Flow_6803 Estou Feliz, agora. Desabafo em forma de AmA

Prelúdio
Faz alguns meses que conversando aqui e no brasil tenho pensando em uma forma de retornar a comunidade o tanto que eu ganho lendo e respondendo posts. No entanto não curto falar muito sobre a vida privada, é muito fácil juntar algumas peças e perder a privacidade na internet.
Em alguns desses posts pude dividir histórias com pessoas passando por um momento difícil, e mesmo com alguns pedidos para falar mais sobre, sentia esse problema da privacidade para aprofundar em algumas respostas.
Tive então ideia de fazer um Ask me Anything(AmA) por aqui(mods, ta valendo?) em formato de desabafo. Obviamente essa é uma conta nova, descartavel.
Meu desabafo
Eu uso nosso subreddit como uma forma de elevar minha empatia. Sempre tive muito dificuldade com empatizar com pessoas em situações distantes a minha realidade. Quando entrei aqui a ano atrás consegui em poucos dias ja melhorar muito no meu dia a dia. Nunca fui indelicado com ninguém(eu espero) mas na minha cabeça sempre via os problemas como muito fáceis de resolver e parecia que as pessoas gostavam de passar trabalho.
Depois de ir na terapia(com essa meta de melhoria da empatia), consegui abrir a mente e os olhos. Por motivos diversos, o ser humano não consegue sair de dentro do problema e ver as coisas de forma desconstruída. Quando se está de fora, sem o peso de tomar uma decisão, tudo tende a ser mais fácil. É preciso ter empatia para ver isso.
Sobre Mim
Minha conta oficial no reddit é de 2013, mas tenho usado mais nos últimos 5 anos.
Tenho 36 anos, casado, dois filhos de 8 e 3 anos.
Minha esposa e eu estamos felizes, e a pandemia teve um efeito positivo, estamos mais próximos do que nunca(seja no aspecto de parceria, amizade ou seja no sexual).
Nos conhecemos jovens ainda, começamos a namorar aos 21 anos(sou alguns meses mais velho).
Tive bons privilégios familiares na minha criação. Família com amor e uma certa estabilidade financeira(pai bancario, mãe professora). Até os 18 anos, sempre morei no interior(cidade de 10k habitantes), ou seja por um lado tinha computador já aos 10 anos, mas demorei a ter internet(comparando com pessoas da mesma idade morando em capitais) e só fui ao cinema em raras ocasiões na infância(vi Jurassic Park no cinema);
Pelo pai bancario, nos mudamos umas 3x entre meus 8 e 14 anos.
Sai de casa com 20 anos pra ir pra capital do estado, desde então pago minhas próprias contas.
Ja morei em 3 capitais de estado no Brasil.
Minha 1a viagem internacional foi em 2013, desde então fiz mais 5 viagens internacionais longas.
Ja perdi amigo idiota em troca de virar amigo da namorada dele que ele destratava, hoje é nossa amiga de coração.
Já perdi um grande amigo por EU ser babaca com ele, hoje nos falamos, mas nunca mais tivemos a mesma relação(é uma das razões por buscar ter mais empatia).
Quase morri atropelado por um ônibus, fui salvo por um anjo até hoje desconhecido pra mim.
Gosto de jogar, e tenho conseguido em média jogar quase todo dia, mantendo uma bom balanço dando atenção pra família e para o trabalho.
Tenho uma renda muito boa, mas como bom classe média brasileiro, vivo em voltas com bons e maus momentos financeiros(estou trabalhando para melhorar)
Já chorei por achar que nunca ia ter uma companheira, muito menos uma família.
Ask me anything
Acredito que abri varias possiveis tópicos, que posso com a tranquilidade do anonimato, responder qualquer coisa que queiram saber. Muito coisa devo ter esquecido de pontuar, fiquem a vontade para trazer qualquer assunto.
Como é balancear familia, casamento, jogar no pc e trabalhar? Consigo dormir?
O trabalho me realiza? Já demiti pessoas? Ja fui demitido?
Sexo 1 vez por mês ou todo dia? Rola orgasmo para os dois? fazemos anal?
Ja passei fome?
Qualquer pergunta está valendo, farei um o máximo possível para dar uma resposta verdadeira a respeito da minha vida, e com profundidade para realmente ajudar.
Regras
Vocês já sabem que no Brasil a única regra, é não há regras.
Bom, eu só peço para serem verdadeiros em suas perguntas. Pergunte algo que vai te ajudar.
Eu vou responder tudo, tudo mesmo. Mas ficarei muito feliz em saber que além de uma curiosidade sua, a pergunta esta relacionada a um problema, uma situação complicada e você precisa de um ponto de vista diferente, distante do teu cenário.
Fiquem bem!
submitted by Pleasant_Flow_6803 to desabafos [link] [comments]


2020.08.17 05:18 DemonFranco Vivi por 20 anos preso em minha própria melancolia.

Olá, comunidade do Reddit! Esse é meu primeiro post aqui :) Meu intuito neste, especificamente, é conseguir pelo menos um pouco de calor humano (metaforicamente, claro) pois sinto que minhas feridas nunca foram cicatrizadas, desde a primeira delas.
Bom, pra começar minha história: minha infância foi marcada por conturbações no casamento de meus pais. A diferença de personalidade dos dois gerou brigas cada vez mais pesadas e incontroláveis. Chegaram ao ponto que já não existia mais companheirismo e meu pai começou a beber e trair minha mãe. Me recordo vividamente de cenas terríveis, como ele estar horas no banho a horas e quando entro pra ver se está bem, na verdade ainda estava de roupa e dormindo no chão molhado. Ou até momentos de alteração violenta onde, por medo, eu me trancava no quarto e ficava debaixo da coberta até o dia seguinte depois que ele saía pra trabalhar. Nunca fui violentado fisicamente (minha mãe, infelizmente, sim), mas acho que meu pai estava tão perdido dentro de si que esqueceu que tinha um filho, então eram raras as vezes que sequer trocávamos olhares ou palavras, e quando acontecia era frio e passageiro. Pra tornar tudo ainda mais tenso, nossa situação financeira nunca foi boa: vivíamos peregrinando entre aluguéis mais baratos, acumulando prestações não pagas e até mesmo alimento chegava a ser escasso. Minha válvula de escape eram meus avós, que moravam na mesma cidade e sempre me acolhiam com mimos. Meu avô, entretanto, morreu quando eu tinha 9 anos e isso foi um impacto enorme que passou despercebido: minha avó entrou em uma depressão que foi negligenciada até o ano passado (2019), quando finalmente tomou a atitude de visitar um psiquiatra e foi diagnosticada. As brigas entre meus pais cessaram, mas isso foi ainda pior pois os problemas que já existiam continuaram a crescer em silêncio. Eu não recebi diagnóstico algum, até porque sempre fugi dos psicólogos em que me jogavam, mas o efeito também foi claro em mim: emagreci quilos em semanas, já não tinha mais vontade de fazer a mais simples das tarefas como cortar cabelo ou sair na rua, me tornei cada dia mais introvertido. Alguns anos depois, meus pais enfim se separaram, mas antes me deram duas irmãs e um irmão (as únicas pessoas a quem posso dizer com sinceridade sentir amor incondicional). A esse ponto, eu me vidrava em videogames e mentia pra mim mesmo sobre a realidade que eu vivia e não queria aceitar.
Essa foi, digamos, a "primeira temporada" da minha história. A segunda foi marcada pela péssima e mal executada decisão de me declarar a uma garota por quem, desde moleque, fui apaixonado, mesmo sendo que não tínhamos nem amizade. Tudo o que eu tinha era um sentimento inexplicavelmente forte, e nenhum tipo de habilidade social pra sequer chegar nela com um simples papo agradável. Porém, ela aceitou meu pedido de namoro. E isso me destruiu, porque na verdade ela queria dizer não, só não disse por """"medo de me magoar"""" e revelou isso depois de 2 anos me iludindo com histórias do tipo "meus pais não me deixam namorar, tenho que focar na escola", etc. Enfim segui minha vida tentando, sem sucesso, superá-la. Felizmente, apesar de introvertido, dois de meus primos viraram meus amigos próximos e isso me ajudou a segurar todo aquele peso de sentimentos que eu não compreendia e mal sabia que tinha. Vivemos anos sendo os nerdolas da escola, sempre juntos e com mais ninguém, até que um desses primos se incomodou com esse estilo de vida (e com razão) e começou a fazer novas amizades; eu e meu outro primo resistimos a isso, o que o separou da gente. Continuamos sendo introvertidos até o penúltimo ano da escola, quando ele também se afastou de mim aos poucos sem razão aparente (hoje, depois de conversarmos, eu sei que era porque não tínhamos mais muito a ver como antes). Meu outro primo, agora extrovertido, se adequou à grande turma da escola facilmente e não demorou pra ficar popular - felizmente pra mim, isso não subiu à cabeça dele e continuamos ótimos amigos até hoje. Ainda nessa época, conheci na internet uma garota de São Paulo que, com uns bons meses de conversa, acabou desenvolvendo sentimentos por mim; eu, carente e introvertido, abracei isso com todas minhas forças e namoramos virtualmente, com vários vai e volta, durante 3 anos. Apesar de que eu me sentia melhor em ser desejado por alguém, essa garota também tinha sérios problemas com depressão e no final só puxamos o pior um do outro. Minha única conquista nessa época foi meu primeiro emprego, da onde tirei dinheiro para ir visitá-la.
E é aqui que eu considero ser a "terceira temporada". Viajei pra SP e passei quatro dias junto com a garota que por 3 anos desejei somente por fotos e vídeos. Mas quando voltei pra casa as coisas já não eram as mesmas: ela só me dava respostas evasivas e ríspidas, parecia até mesmo ter raiva de mim, sendo que, em minha visão, tínhamos conquistado outro nível em nosso relacionamento. Mas ela obviamente não pensava assim e terminou tudo com a seguinte frase: "Estou tirando as pessoas tóxicas da minha vida". Foi esse o estopim pra eu decidir ser extrovertido e começar a viver fora de meu quarto, e eu tive resultados rápidos: fiz novas amizades e até comecei um novo namoro, agora presencial com uma garota que realmente me admirava. Porém, fui perceber tardiamente que pouquíssimas dessas amizades me faziam bem - a mais danosa delas foi a de um feiticeiro três vezes mais problemático do que eu. Como sempre fui uma pessoa muito compreensiva e aberta, relevei seus defeitos gritantes e mantive a ''amizade'' pelo conhecimento esotérico que ele passava (por mais que grande parte deste conhecimento fossem delírios de grandeza de um feiticeiro egomaníaco). Depois de dois anos meu próprio corpo começou a recusar a presença desse sujeito, que insistia sempre em me acompanhar mesmo quando não era conveniente: comecei a ter constantes dores de cabeça quando estava em sua presença, meio que como um aviso do que já era óbvio: aquele cara não prestava. Aos poucos comecei a me aproximar mais da minha namorada e outros amigos como método de me afastar do sujeito, e curiosamente (ou não...), essas pessoas foram abruptamente saindo da minha vida, incluindo minha namorada (agora ex), que era a pessoa em quem eu mais confiava e me dedicava. Ainda inocente e o chamando de amigo, nunca imaginaria que ele poderia ter relação com tudo aquilo, mas não parou por aí: depois que a poeira abaixou e eu consegui superar toda aquela maré estranha de azar, ele ainda usou o nome de minha deusa pra me iludir e usar meu corpo (sendo essa deusa relacionada ao luxo e ao sexo, era um contexto perfeito pra ele). Eventualmente descobri que não fui sua primeira vítima, e toda a imagem de sacerdote sábio que ele outrora passou, do dia pra noite, virou nada mais que um charlatão desesperado. Essa foi a separação mais problemática de todas que eu já tive, pois enquanto eu me afastava cada vez mais, o ego ferido do sujeito nunca deixaria tal afronta passar em branco, e recebi cargas de energia pesada nos meses seguintes. 2019/2020 caprichou muito bem no quesito de desgraças, pois minha mãe, extremamente cabeça dura e ignorante, agora se recusa a trabalhar fichada mesmo sendo que tem três crianças pra sustentar, meu pai passa por cirurgias seríssimas pois contraiu câncer maligno no fígado e isso não deixou de atingir minha vó ainda viva, que tem problemas de coração e toma mais de 300 remédios por mês (palavras dela).
E agora aqui estou eu, solteiro, enganado pela maioria daqueles que chamei de amigos, com uma provável depressão mal resolvida e uma família abalada desde os primórdios de meu nascimento. Felizmente não tenho problemas com autoestima, o que já ajuda muito, mas ao mesmo tempo não tenho motivação em fazer nada que não seja sonhar com uma vida simples, leve e longe de tudo daqui. Hoje, especificamente, está sendo um dia difícil pois minha ficha caiu e tomei consciência da minha situação - chorei muito, escondido. Mas decidi fazer algo a respeito por mais simples que seja: criei uma conta na Twitch.tv pra criar conexões com outras pessoas enquanto jogo, e também este post como o maior desabafo que já fiz na vida. Na verdade, só de ter escrito tudo isso e lido logo após já estou melhor. Mas ainda me sinto sozinho e desamparado, não consigo buscar ajuda com meus familiares pois nunca fui de me abrir pra eles, nem ajuda profissional por falta de dinheiro, e depois de todas essas quebras de confiança fiquei extremamente seletivo a quem eu quero do meu lado, sobrando dois/três amigos com quem posso conversar (e mesmo assim somente meu primo que convive comigo desde criança sabe de toda minha história).
Quem estiver disposto a trocar experiencias e conversar, simplesmente por conversar, ficaria muito grato!
Gratidão a todos que, mesmo não enviando uma mensagem, leram até o final com atenção.
Blessed be. :)
submitted by DemonFranco to desabafos [link] [comments]


2020.08.13 13:18 Shadowgirl7 Mulheres do r/Portugal, já se sentiram vítimas de sexismo/machismo? Se sim, em que situações?

Algumas situações:
Provavelmente mais situações, mas muitas das vezes nem sequer as registo porque acho que é "normal" e mais vale ignorar e continuar com a minha vida. No entanto, tenho andado a ler relatos no twoXChromossomes e agora olhando em retrospectiva, sinto-me mal por ter encarado isso como normal e não ter uma postura mais assertiva. Se todas encararem como normal isso vai mandar a mensagem ao outro lado que sim é normal o que eles estão a fazer e podem continuar a fazer.
Portanto, partilhem relatos e experiências :)
EDIT:
Alguns exemplos de situações que quem está a comentar ao post acha "normais":
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i8e8np/shamed_by_my_doctor_for_having_sex/
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i8w8jx/humiliated_by_a_doctor_in_front_of_30_people_fo
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i8dh5n/was_i_f27_raped/
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i8e3qp/he_doesnt_take_no_for_an_answe
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i84fw9/teach_boys_how_to_control_themselves_instead_of/
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i81kok/coming_to_terms_with_something_that_happened_ove
https://old.reddit.com/TwoXChromosomes/comments/i7qcbp/my_boss_called_me_ugly/
submitted by Shadowgirl7 to portugal [link] [comments]


2020.07.30 04:00 AoiLucet Meu estranho ex namorado

Olá Luba, gatas, editores e turma/chat/galerinha do fundão
Minha história começa no meio de 2016 q foi quando eu conheci o Carls, um garoto otaku e estranho que estudava com um dos meus melhores amigos no turno da tarde. Eu conheci ele na hora da saída por meio desse meu melhor amigo, conversamos sobre animes e tals e logo nos tornamos amigos
No ano seguinte(2017), acabamos por estudar juntos e como ele era a pessoa mais amistosa comigo na sala, ficamos mais unidos ainda e ele começou a falar mais sobre coisas pessoais. A primeira coisa assim foi sobre sua namorada q tava ignorando ele, mas n era tão simples assim, o garoto insistia em ir na escola dela e esperar em baixo do sol as vezes quase tendo insolação só para tentar falar com ela, eu achei isso bem estranho mas relevei(umas semanas dps descobri q na vdd eles tinham termindado). Um tempo depois ele me disse que tinha múltiplas personalidades e eu boba como era, acreditei, e ele costumava interpretar cada personalidade como uma emoção e tals e já até chegou a falar q uma delas estava matando ele aos poucos o q me deixou bastante preocupada na época. Nessa mesma época ele falou q quando era mais novo tinha abusado e sido abusado por pessoas de idades próximas da dele. Mano, era td mt bizarro, mas sempre tratei ele normal e tals, sempre relevando esses assuntos (eu pensava q mts das coisas era mentira, mas sla)
Uns meses depois, quase no meio do ano, ele falou q o bagulho das múltiplas personalidades era mentira (Ah jura?), e q ele n tinha só falado para mim mas falou para várias pessoas, eu fiquei realmente mt bolada com ele e até deixei de falar com ele por uns dias, dps d um tempo ele pediu desculpa e falou q revelou a verdade para as outras pessoas também e disse que eu era a única que ainda falava com ele
Esse assunto passou e acabamos nos aproximando mais e namorando, ele foi meu primeiro namorado (e até agr o único) e eu não sabia direito meus sentimentos e tals, mas acabamos ficando junto, dps d um mês eu decidi terminar e tals, mas ele acabou insistindo para ficarmos mais um tempo para q o tempo q ficamos juntos n fosse irrelevante dps, então no final ficamos uns 2 meses e meio saindo e dps acabamos ficando numa amizade colorida até o final do ano. Durante esse tempo ele sempre falava d gostar d manipular conhecidos dele (mas q nunca faria cmg e tals) e as histórias de abuso. Basicamente minha resposta para td era "vai se tratar num psicólogo e tals" e ele sempre falava q os pais dele n ligavam e tals e isso sempre me deu mt pena. Teve uma época q eu basicamente tinha q falar td q ele tinha q fazer, parecia q ele tinha virado depende d mim o q me deixou bastante preocupada pq parecia q ele n ligava pro q poderia acontecer consigo mesmo
No recesso de final d ano, eu e ele paramos d nos falar com tanta frequência e eu comecei a pensar em td q aconteceu e td q ele falou e comecei a me sentir mal e tals, então decidi excluir ele d minha vida, mas para n ser mt cruel(mais dq eu já estava sendo) e tals, eu mandei uma mensagem explicando td, como eu me sentia e q eu preferiria q fosse assim, bloqueei ele em tds as redes sociais (pouco tempo dps ele apareceu em alguma conta me pedindo para eu desbloquear ele pq ele n gostava de ser bloqueado). No ano seguinte, eu ignorei ele quase q completamente o ano inteiro, só n foi o ano inteiro pq como eramos ex namorados e ele naquele ano estava agindo mt estranho, sempre tentavam perguntar para mim sobre ele(mas ele nem tentava falar cmg, o q tornou mais simples), apenas na recuperação do final do ano q ele tentou conversar cmg, mas eu continuei o ignorando
Pra vcs terem noção, nesse ano (2018) ele saía no MEIO da aula para tomar café na sala dos professores, ou andar pelo pátio, além de ter bombado em todas as matérias precisando de +10 pontos. Por conta dessas ações dele, varias vezes professores, colegas e até a diretora vieram me perguntar se ele tinha um problema psicológico ou se tinha algo errado
Eu sei q é egoísta e tals, mas esse ano, foi complicado para mim tmb, as poucas pessoas q falavam cmg sairam e meus amigos da outra turma gostavam mt do carls e passavam mt mais tempo com ele e se ele aparecesse, eu teria q ignorar ele e sair do local, pq eu sentia q se eu tentasse falar qlqr coisa, eu ia esquecer td e voltaríamos como éramos antes
Em 2019 eu mudei d colégio e só vi ele algumas poucas vezes q foi quando eu tive q ir até a minha antiga escola
Ele chegou a conhecer alguns amigos meus e tals(quando estávamos juntos), mas sempre q me perguntavam (na escola ou n), eu preferia n dizer sobre o motivo q eu ter excluído ele da vida. Pelo menos até hj, já q eu tô postando a história (q eu sei q tá mt bugada) aq no reddit
(Ah, em 2016 eu tinha 12 anos e ele 15, ambos estávamos no 8° ano)
Eu sei q fui babaca por ter ignorado as coisas q ele falou e dps ter parado d falar com ele, masenfim tô preparada para se cancelada
submitted by AoiLucet to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.27 04:02 Enigma_Machine1 Odeio gatos

Antes de mais nada, gostaria de deixar claro que, por mais que eu odeie/não me sinta confortável perto de gatos, eu jamais prejudicaria eles fisicamente, mesmo tendo muito vontade (erroneamente, claro - talvez vocês "entendam com o meu relato). Não é disso que o desabafo se trata.
Esse é um relato meio longo.
Eu nunca convivi com gatos. Sempre cresci com cachorros em casa, tive um que me acompanhou desde a época da escola até terminar a faculdade. Amei muito ele, hoje tenho outro, um resgatado, que amo muito. Sempre amei cães, passei mais anos da minha vida com cães do que sem.
Por ter rinite alérgia, eu nunca cogitei ter um gato. E, antes de conviver com eles, eu não sabia dessa minha apatia gigante por eles. Esteticamente, até acho alguns fofos etc, mas também nada demais, longe dessa "loucura" que algumas pessoas sentem por eles.
Passei a ter um convívio maior com gatos através de uma das minhas primeiras namoradas. Ela tinha 3 gatos. Eu era bem novo, ela morava em uma kitnet, então 3 gatos já era bastante coisa. No geral eles até que eram comportados, mas lembro que acabaram estragando algumas coisas minhas (mochilas principalmente) e isso me irritava muito. Sem contar a rinite, que me deixava ainda mais irritado, mas na época eu pensava que era por estar um cômodo de uns 25m2 no máximo, sem ventilação adequada.
Eu namorei pouco menos de 3 anos com ela e foi durante esse período que a minha irritação com gatos aumentou. Uma das gatas SEMPRE dava o jeito de fugir do apartamento dela pro corredor e pro jardim que tinha no prédio. Minha ex me ligava e eu tinha que ir correndo ajudar ela a pegar a gata que, eu não entendo, morria de medo quando saía da casa (pra quê sair então, né, porra?), então era foda pegar ela, se enfiava em cada canto filha da puta de alcançar.
Os outros gatos eram um pouco mais de boa, mas a quantidade de pelos que deixavam pelo apartamento dela era um absurdo. Nem passando aspirador 2x por dia parecia que fazia alguma diferença. Minha ex não ligava, mas me incomodava ver eles estragando todos os móveis que ela tinha. Era o box da cama todo arrebentado (mesmo eles tendo arranhador), não podia ter uma única peça de decoração sobre uma mesa ou estante pois sempre derrubavam e quebravam, tinha que deixar a tampa da privada sempre abaixada pois eles davam um jeito de subir nela e não conseguir sair (burros). Até na cozinha, eu queria preparar algo pra comer e tinha pelo em tudo, mesmo se a gente limpasse.
Eu não diria que minha ex dava liberdade total para os gatos, na verdade ela sempre foi pé no chão com isso, várias vezes se irritava com a encheção de saco deles também (pra dormir principalmente - como era uma kitnet, não dava pra deixar em um cômodo separado, então era 3 da manhã e vinham encher o saco pedindo ração sendo que a porra do pote tava 90% cheio).
Enfim, terminei com ela mas o ranço pelos gatos ficou. Depois disso só tive namoradas que tinha cachorros ou então nenhum pet. Avancemos alguns anos para os dias de hoje.
Estou namorando há quase dois anos, já tenho planos de morar junto com a minha namorada, nos amamos muito e nos damos super bem. Além da parte romântica, temos um companheirismo e uma amizade muito boa, sempre apoiamos um o outro. Claro que já tivemos brigas, eu tenho os meus problemas e ela os dela, mas nada que não conseguimos superar na base da conversa. O único problema é que ela tem 6 gatos.
Recentemente, passei uns 20 dias quarentenado no apartamento dela. Está longe de ser uma kitnet, mas pra 6 gatos eu considero um lugar pequeno.
Eu tive, é claro, todos os problemas com minha rinite, mesmo tomando remédios de 8 em 8 horas pra aliviar. Se os três gatos dessa minha ex davam trabalho, o dobro deles é muito, muito pior pra mim.
Gente, nesses 20 dias eu vi cada coisa que me irritou pra além do limite. Obviamente que não demonstrei isso, mesmo ela tendo plena noção que pra mim bicho é bicho, humano é humano (eu não mimo meus bichos, trato meu cachorro super bem, mas longe de mimar com coisas que acho frescura, tipo dar banho dia sim dia não, fazer comer só T bone australiano ao molho de ervas finas, essas merdas - ele come ração, petiscos e de vez em quando frutas, só). Eu estava na casa dela, regras dela. Só que por amar tanto gatos, e mimar eles, na minha opinião, ela dá carta branca pra eles fazerem o que quiserem, sem consequência nenhuma (nunca dá bronca, não impõe limites).
Somente durante esse período: um dos gatos resolveu afiar as unhas no meu tênis novo (só não estragou pois percebi logo nos primeiros dias e depois escondi - mas encheram eles de pelos em algumas horas, eu não sei como); um outro escolheu a mochila velha da minha namorada pra vomitar bem em cima, cheia de coisa dentro. E não foi pouco. Outro gato afiou as unhas na mochila novinha dela e já arranhou uma parte dela. Tinha literalmente acabado de chegar, ela só colocou no sofá por um instante pra arrumar outras coisas e foram lá estragar.Um outro gato você não pode nem se mexer que ele se assusta, sai correndo e derruba tudo o que vê pela frente.
Eu levei meu notebook pra poder trabalhar. Deixava ele guardado quando não usava, claro, mas enquanto trabalhava, faziam questão de ficar se esfregando nele, enchendo de pelo, queriam subir na porra do teclado toda hora, tiraram ele da tomada umas 3x enquanto carregava e um dia desligaram ele no meio de um trabalho (eu estava distraído e deixei o note uns minutos de lado).
De noite era outro pesadelo. Obviamente eu não deixava nem conseguiria dormir com a porta da suíte aberta, com os gatos circulando, pois a minha rinite simplesmente me mataria. Mas é só fechar a porra da porta que começam a raspar aquela merda. Era a madrugada inteira assim, sem contar aquele miado irritante pra caralho, incessante. Puta que pariu, eu juro que me dava vontade de abrir a porta e dar um chutaço no gato no calor do momento. Claro que não fiz isso, mas a vontade realmente existiu. Pior que nem assim acho que adiantaria. E sim, já tentamos de tudo. Aqueles produtos que supostamente repelem os gatos com cheiros ruins, arranhador, tudo - só não tentei adestrar pois não moro lá e, tirando a exceção da pandemia, eu só fico no apto dela aos finais de semana, ou então ela fica no meu, enão meu convívio com os gatos nunca passou de umas 48h, o que era suportável e não exigiria adestramento. Sem contar que acho que nunca vi na vida um gato que obedece o dono.
De manhã era sempre a mesma merda. Algum gato sempre deixava um vômito de presente em algum lugar da casa. No sofá, na cozinha, em cima da mesa. Parece que escolhem sempre o pior lugar possível pra isso.
Nem preciso falar como são os móveis da casa, não? Zero decoração pois derrubam tudo. Sofás arrebentados. Toda hora pegavam coisa do varal e derrubavam. Mesma coisa com toalhas nos boxes dos banheiros. Eu tinha que me preocupar com meu note toda hora, as vezes queria só pegar algo na cozinha e tinha que esconder ele só pra não pegarem.
"Pote de comida está semi-cheio, tendo ração pra caralho? Vou derrubar ele e espalhar ração pela casa pq quero ver ele cheio sempre. A caixinha de areia tem UM cocô? Vou ficar miando o dia inteiro até alguém limpar isso, pra depois eu sair andando e não fazer as minhas necessidades. Quer ir tomar banho? Vou entrar no banheiro com você, mas no mesmo segundo que você ligar o chuveiro, vou ficar enchendo o saco pra sair. Quer dormir? Vou ficar miando na porra da porta. Quer almoçar? Vou subir na mesa e ficar te batendo com a pata pra me dar comida, pra quando você oferecer, recusar, sair da mesa, voltar em 2min e pedir comida de novo. Abriu o armário pra pegar algo? Vou entrar aqui sem você ver, deixar que feche a porta, depois vou ficar miando e, quando perceber que ninguém vai me ajudar, vou começar a ficar com medo e tirar todas as roupas do cabide. Me pegou no colo pq tô faznendo merda? Vou te arranhar e morder pra caralho (unhas cortadas, pelo menos isso). Tá concentrado vendo TV/jogando/mexendo no pc? Foda-se, vou ficar na frente da tela e se me tirar eu entro na frente de novo. Tá de boas na cama/sofá? Vou pular em cima de você do nada ou te usar como apoio pra pular em alguma outra coisa, foda-se se te assustar."
E acho que o que mais irrita é que, nem mesmo com a minha namorada, eles parecem ligar. O máximo de afeto que eles dão é sentar no seu colo, e mesmo assim tenho as minhas dúvidas se isso é uma demonstração de afeto mesmo.
Eu não sei se é o número de gatos que me deixa puto, ou se eu suportaria se fosse apenas um. Mas na real, eu não consigo gostar desses bichos. Pra mim são seres filhas da puta, egoístas, burros (não aprendem/não querem aprender nada no sentido de adestramento), nem um pouco carinhosos, estragam absolutamente tudo o que você coloca pela frente, ou seja, você vive em função deles e não tem nada em troca, pelo contrário, só despesas. Na minha opinião, viver com gatos é viver em uma prisão onde você precisa satisfazer a necessidade deles 24h por dia.
A minha única tática que funcionou durante esses dias foi a seguinte: spray d'água e espírito de porco. Se eu via algum deles fazendo merda, já corria com o spray e borrifava na cara deles. Isso me dava uns minutos de sossego, pois eles se assustavam e ficavam num canto sem encher o saco. Tem dois gatos que eram os mais folgados (80% do que comentei foi obra só deles). O que eu fiz? Enchi mais o saco deles do que eles o meu. Pegava eles no colo a cada 2 min - coisa que eles odeiam - e ficava um tempo com eles assim, até começarem a miar que estavam irritados. Eu soltava, esperava eles se aconchegarem e pegava eles de novo. No final desses 20 dias, era suficiente eles me verem pra saírem do meu caminho. Se faziam merda, eu simplesmente aparecia na frente deles e eles saiam correndo. Fiquei satisfeito pois sei que consegui controlar um pouco eles sem violência nenhuma (o que é algo deplorável e eu jamais faria, mesmo o meu ódio por eles "pedindo" isso - eu não teria coragem).
Eu só penso que, a bem da verdade, nem isso seria o suficiente pra mim a longo prazo. Eu tive que entrar em um estado de alerta 24h por dia pra borrifar o spray/encher o saco deles e eu não conseguiria viver assim por muito tempo. Meu asco por gatos é tão grande que é só ouvir algum miado que já fico irritado.
Eu imagino que a maioria aqui vai falar que não é bem assim, que nem todo gato é assim. Pode até ser, mas todos os que conheci são esses infernos na terra. Todo amigo meu que tem gato tem alguma história do tipo. De quebrar coisas caras, de machucar pessoas, sem contar que gatos são extremamente nocivos ao meio ambiente, o que eles matam de pássaros e outros animais não é brincadeira.
Sei que cães também podem fazer coisas assim, mas cara, nem mesmo o cachorro mais "destruidor" que tive chegou nesse nível. O máximo que ele fazia era mijar em lugar errado e latir quando eu ia comer.
Enfim, fica aqui o meu desabafo. Deve estar meio desconexo pois escrevi no calor do momento, conforme ia lembrando das merdas que eles fizeram. Me sinto meio peixe fora d'água postando em um site que idolatra gatos, o reddit, mas está aí.
submitted by Enigma_Machine1 to desabafos [link] [comments]


2020.07.01 02:10 btrzjndrb A história do falso corno que eu dei.

olá luba, editores, papelões e turma! espero que todos estejam bem e acomodados para essa estranha história que irei contar aqui hoje. O texto é longo, eu sei, desculpa, mas eu fiz uma conta nesse tal de reddit só pra contar pelo que eu passei - e deixar outras pessoas alertas, para que elas não passem pela mesma situação - e talvez pra ver como vcs julgam essa história também :):)
sem mais enrolações: tudo começou no início do meu ensino médio. tinha começado a namorar um carinha - vou mudar o nome de todo mundo pq sou uma pessoa legal não quero expor ninguém - chamado Joaquin e tinha começado uma amizade com Paulo. Paulo e eu estudamos juntos desde a 5ª série, mas eu nunca quis fazer amizade pq ele era bem babaca. talvez eu tenha o julgado cedo demais. bem... Joaquin e eu eramos melhores amigos inseparáveis e a parceria no namoro fazia ficar "perfeito", mas, por Joaquin lutar com depressão a anos e ser muito ansioso com algumas coisas - normal de quem é ansioso né, não julgo ele, até eu sou assim - as vezes a gente discutia por coisas bem "bestas" - não interpretem mal essa frase, saúde mental é muito importante.
e, no meio de todas essas discussõeszinhas, Paulo tava lá. ele sempre foi o tipo de cara que ia na onda dos "cool kids" para tentar se sentir aceito por eles, mas no fundo ele era muito tímido e inseguro e só fazia aquilo como um mecanismo de defesa, sabe? enfim, depois que ele passou a perceber isso, ele deixou de se esforçar e passou a ser só um cara calado, que ficava na dele, e que preferia conversar por mensagem do que pessoalmente. eu respeitava ele por isso, e comecei a conversar muuito com ele por mensagem. então quando eu discutia com meu parceiro ou quando tinha alguma crise, eu geralmente ia falar com ele. me sentia segura por isso, mas, ele aproveitava a minha vulnerabilidade pra satisfazer algumas vontades dele. atenção, carinho, sexting, nudes... só pra dizer o mínimo. não vou e nem quero entrar em detalhes, e pode até soar estranho, mas situações de vulnerabilidade te fazem fazer coisas que você nunca se vê fazendo.
até que, depois de um tempo, eu percebi a manipulação que ele fazia e resolvi me afastar dele. contei tudo que tinha feito deslealmente para Joaquin, meu parceiro. meu amigos disseram que Paulo era apaixonado por mim mas na época eu nem cogitei. Joaquin, compreensível como sempre foi, entendeu o que tinha acontecido e não me achou a babaca da história - fui babaca, turma? não sei, ainda estamos na metade da história. o fato foi que eu me sentir uma péssima namorada por isso e pensei que nunca mais teria qualquer relação de amizade com Paulo. yes, you guess it: isso não aconteceu.
lá pra metade do meu segundo ano Joaquin terminou comigo e isso fez Paulo se sentir "convidado" a começar uma amizade de novo. eu não vi nenhum problema nisso apesar de não ter me sentindo completamente confortável de início. com os meses, eu fiquei bem próxima dele de novo mas ele tava diferente. ele estava bem mais ciumento. ele chegou a ficar sem falar comigo pq eu pedi emprestado o casaco de um amigo nosso, Pedro, e não o dele. bizarro né, pois é, continuem acompanhando. (btw, Pedro vai aparecer mais tarde na história)
enfim, quando eu já tinha "superado" meu rolo com Joaquin, Paulo achou - considerando a minha eu do passado que foi manipulada por ele - que eu queria ficar com ele. todo dia ele mandava mensagens com duplo sentido, insistia muito MUITO MESMO pra ter qualquer coisa comigo. eu já desconfiada, e cansada de tanta insistência, acabei cedendo e a gente acabou ficando. pra ser sincera, eu não gostei do beijo. acontece né, as vezes não dá certo - sem querer ser parcial mas já sendo, ainda bem que não deu. mas, Paulo e sua masculinidade intocável não estava preparado pra ouvir isso quando eu disse. eu realmente queria que a gente continuasse amigo mesmo, mas ele simplesmente deixou de falar comigo! de um dia pro outro: tchau. eu fiquei arrasada de início mas depois não me abalei muito pq julguei ele como o babaca da história. bem, a babaquisse dele só estava começando. avançando um ano na história: fiquei solteira e carente até o meio do terceiro ano.
nessa época, Paulo estava namorando Bruna. ** um parenteses na história: eu sempre achei eles o casal perfeito pq antes de Paulo, Bruna namorava Pedro - lembram de Pedro, meu amigo do casaco? pois é, ele. o namoro era uma mentira: Bruna só começou a namorar com Pedro pra superar João, que um dai teve um rolo com ela mas não quis mais sabe? Bruna, uma pessoa bem bacana como vocês podem perceber, terminou com meu amigão Pedro um dia antes de uma super festa que ele deu na casa dele. ela foi na festa, claro, e ficou com Paulo lá. na frente de Pedro. melhor casal não conheço. enfim voltando a história ** e eu e minhas amigas futriqueiras - "fofoqueiras" - estavamos comentando esse caso babado de Bruna né e eu falei no meio da conversa "ainda bem que eu beijei ele uma vez e não deu em nada".
nesse momentos minhas amigas fizeram silêncio. muito silêncio. era a pausa dramática mais dramática que eu já tinha visto. eu não entendi a estranhessa daquele silêncio e perguntei o que tinha acontecido, se eu tinha dito algo errado e tals. até que Dani disse: "Paulo me disse que você traiu Joaquin com ele. que vocês fizeram... coisas e que foi por isso que vocês terminaram" (texto family friendly). eu fiquei sem palavras. todas as minhas amigas disseram que escutaram essa história e ficaram COM VERGONHA de perguntar se tinha sido verdade. todas elas escutaram a história de PESSOAS DIFERENTES do colégio. A HISTÓRIA DE UM FALSO CORNO QUE EU DEI. sem saber o que dizer - e um pouco irritada com essa trocidade que eu ouvi a meu respeito - eu fui falar com Joaquin. Ele disse que não tinha ouvido essa história, mas que com certeza foi a história mais engraçada que ele já tinha escutado. de fato, eu também achei engraçada, até pq "era a cara" de Paulo fazer algo do tipo.
depois de ouvir isso - eu e minhas amigas ativamos nosso james bond interno e fizemos nossas investigações pra saber quem sabia e tudo mais. isso fez eu desenvolver problemas sérios de insegurança e fobia social, além de me deixar completamente ansiosa só de pensar em ficar com alguém. no fundo, eu imaginei que qualquer cara pudesse agir como ele. mas, depois de muita "investigação" descobrimos que todos, eu disse TODOS os alunos da minha série sabiam dessa história E QUE PAULO TINHA INVENTADO OUTRAS HISTÓRIAS SOBRE OUTRAS GAROTAS. basicamente, se ele ficasse com uma que não gostasse ou não quisesse de novo, ele ia inventar alguma coisa sobre ela. inclusive, descobrimos que ele fez isso com duas amigas minhas sem a gente saber. depois disso, o ódio e a vergonha tomou conta e eu não consigo falar com ele até hoje. a última vez que eu tive que compartilhar oxigênio com ele foi em uma festa com algumas pessoas da minha série. ele e Bruna estavam lá e ela (bebada) disse pra minha amiga que "concertou" ele. que fez ele pedir desculpas por todas as besteiras que ele fez.
até hoje eu não recebi nenhuma desculpas. nenhuma explicação. nenhuma mensagem ou telefonema. até hoje eu tenho fobia social e não consigo me relacionar com ninguém sem me sentir ansiosa e insegura. no fundo eu acho que vão criar coisas sobre mim, espalhar e eu vou receber os mesmos olhares estranhos que recebia no colégio sem saber o porque.
final meio deprê mas essa foi minha história. Paulo pode ser qualquer pessoa na sua. ele fez coisas comigo, psicologicamente e emocionalmente, que não sei como concertar. não falo sobre isso com quase ninguém mas quis compartilhar pra nenhuma garota ou garoto ter que passar por isso. fiquem bem, fiquem seguros, abraços!
submitted by btrzjndrb to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.23 03:01 drek92 (FEIO) Me preocupo com os outros

Bom, não sei por onde exatamente começar. Quinta-feira, da semana passada, apaguei o meu facebook e o Instagram, estava fazendo mal pra minha saúde mental, tinha mania de ficar fazendo comparações tanto esteticamente quando financeiramente, bom, imagino que todos passam por isso. Toda vez que eu postava uma foto, ficava preocupado com quantas curtidas eu tinha, e no final quando eu via quantas eu recebia, ficava um pouco pra baixo. Eu me acho feio, mas em contrapartida, outras pessoas me acham bonito, falam que sou parecido de fisionomia com o Henry Cavill, principalmente com Adam Lavine ou ator da série YOU, da netflix. No tempo de faculdade, eu tinha saído de um relacionamento e uma amiga veio me consolar, me ajudando a superar e etc, e como todos sabem, final de relacionamento a gente sempre pensa: "Ninguém vai me querer, nunca vou encontrar alguém como a fulana, o sexo era muito bom, vou sentir saudade e blá blá blá..." Bom, eu falava pra ela que me acho feio, e ela dava risada, diz que eu deveria começar a olhar pros lados, pq o que eu digo não é verdade e que apenas estou com a autoestima baixa.
Depois dessa introdução, desde que entramos em quarentena, eu refleti várias coisas sobre a minha vida, e até sobre a vida dos outros, enquanto escrevo esse texto, imagino que milhões ou até bilhões de pessoas estão sofrendo por ai, sofrendo por amor, sofrendo por uma morte de um ente querido por causa do Covid-19, sofrendo por discussões com familiares, sofrendo por estar em depressão ou na solidão, sofrendo por não ter amigos ou uma namorada ou alguém pra compartilhar momentos, enfim, diversos sofrimentos que são inúmeras.
O ponto que eu quero chegar é sobre a beleza, sim a beleza física, estética, a beleza exterior. Ultimamente vejo vídeos de psicologos e psiquiatras, nessa quarentena fiz uma maratona de videos do canal Neurovox, do psiquiatra Pedro Calabrez (não sei se vocês conhecem), ele se baseia em tudo que é cientifico, como por exemplo: Como superar uma relação, (nome do vídeo é "a dor do coração partido") E ETC... enfim, esse post não é sobre relacionamento mas sobre as dores das pessoas sobre a estética.
Em algum vídeo dele vejo pessoas totalmente desanimadas com a própria aparência, provavelmente é em algum vídeo sobre se afastar das redes sociais e comparações com outras pessoas nas redes sociais, e isso me levou a pesquisar afundo em blogs, videos no youtube e etc.
Teve um camarada, daqui do Reddit, que escreveu um post dizendo que odeia pessoas bonitas, e etc, cara, aquilo mexeu comigo por dentro. Sou uma pessoa muito empático, e me imaginei na pele dele, e me imaginei na pele de outras pessoas, pessoas que comentam e que eu consigo sentir, através das letras, o sofrimento da pessoa em saber que é feia, que não têm os atributos que a sociedade procura e que nunca irão se relacionar com as pessoas. Hoje foi o estopim pra eu desabafar sobre isso pq estava assistindo um video de um canal Alphalife e o nome do titulo é: " Se Você É Feio, Pobre e Tímido, Faça Isso..." vi os comentários das pessoas e aquilo me deixo tão, mas tão mal que não sei descrever pra vocês. Um dos comentários que me marcou foi de um camarada que dizia assim: "Eu sou muito feio, e sinto raiva de mim, tenho 1,65, tenho uma cabeça pequena, corpo pequeno "meio" que esguio, entrei pra academia pra ver se melhorava mas ficava totalmente desproporcional, parecia que meu corpo crescia mas minha cabeça ficava muito pequena..." e bom ele disse outras coisas que me fez colocar no lugar dele, pelo comentário dava pra ver o sofrimento desse rapaz. Se tiverem sorte procurem lá o comentário....
Tenho amigos e amigas de outros estados, sou de Porto Alegre, e quando comento com eles, quando digo que sou feio, eles tiram sarro de mim, o que mais falam é: "Fulano, tu é o cara mais sortudo desse país, tu mora no paraíso, aliás, se tu morasse aqui, tu farias sucesso com as mulheres", bom, quando dizem que moro no paraíso, vocês imaginam que Rio Grande do Sul só têm pessoas bonitas (bom realmente têm, mas as mulheres se acham e são estupidas só pq são bonitas, têm grana e etc, e isso vale para os homens também).
Como eu falei anteriormente, eu me acho feio, mas outras pessoas me acham bonito, até lindo me chamam. Daí vocês devem tá se perguntando, mas se as pessoas te acham bonito, pq não aceita? a reposta é, não sei, me acho normal, tenho 1,76, sou formado (enfermeiro), tenho 28 anos, faço academia pra manter o corpo em forma e manter minha saúde mental saudável - meus pais tiveram AVC (AVE cientifico); meu pai teve o hemorrágico ficou com sequela, minha mãe o isquêmico, não ficou com sequela - então, tenho a pretensão de ter AVC, e por isso, faço academia, mas não fico tirando foto do espelho pra postar nas redes (não tenho mais). Pela genética, meu cabelo é ralinho (mas tenho cabelo), tenho as "entradas", quase que iguais do ator Henry Cavill ou do ator que faz a série YOU da netflix, (pra terem uma ideia) elas não são tão acentuadas, e nunca me incomodaram, até pq tive 4 namoradas, isso nunca foi um empecilho. Meu pai é feio (sim ele é, até quando jovem, vi por fotos), em contrapartida, minha mãe era linda, ela têm fotos guardadas até hoje, vocês não têm noção de quão linda ela era, ela mesmo dizia que, poderia ter tido qualquer homem aos pés dela, e de fato, as amigas e irmãs dela me falam isso direto. Pode ser que essa "beleza" herdei dela, minha irmã é linda, principalmente quando era adolescente e mais jovem, os caras babavam por ela.
Dito tudo isso, mesmo me achando feio, tenho sorte de ter herdado essa "beleza" da minha mãe, mesmo meu pai sendo feio. Mas o desabafo é, eu sinto pena das pessoa que realmente não conseguem se relacionar, não conseguem uma namorada ou até mesmo sexo pq a outra pessoa se importa muito com a aparência. Bom, a verdade seja dita, sim, principalmente nos dias atuais as pessoas se importam com aparência, ninguém namoraria com alguém feio, alias eu já namorei, sempre caguei pra opinião alheia, e essa questão de que BELEZA É RELATIVO, DESCULPA, MAS NÃO É RELATIVO NADA.
Além de ser um desabafo, gostaria de saber da opinião de vocês? Vocês têm amigos ou amigas que são feios e que, sofrem por isso? Eu sinceramente não consigo me expressar muito bem, mas, o que posso resumir de tudo que falei é, eu fico com muita pena das pessoas que não conseguem se relacionar amorosamente pq a beleza física impede que isso aconteça. Vejo comentários tanto aqui no Reddit, quanto nos videos do Youtube pessoas infelizes com suas aparências. Quando ando pela rua com alguma amiga ou amigo, sempre tem um que fala: "Olha ali, o fulano é feio, não ficaria ou me relacionaria com ele/ela" Daí de imediato eu me coloco na pele da outra pessoa e tento imaginar o quão dolorido isso deve ser, as pessoas falarem isso.
Por mais que eu seja jovem, "bonito" para outras pessoas, formado, tive 4 relacionamentos, pra mim, as 4 ex namoradas eram bonitas, aproveitei o sexo, o sexo era maravilhoso, mas e as pessoas que são "feias", será que elas tiveram esse privilegio de amar e serem amados? Não sei como expressar, com o falei.
Eu tento ao máximo não me comparar fisicamente e financeiramente com outras pessoas, até pq, tem um vídeo desse psiquiatra que mencionei anteriormente que é "PARE DE SE COMPARAR COM OS OUTROS" e " PARE DE SE INTERESSAR PELA VIDA DE PESSOAS QUE NÃO FAZEM DIFERENÇA NA SUA", e esses videos me ajudaram muito, além de me dar forças pra excluir as redes sociais, me dá força de não me comparar com ninguém, mas eu sou tão empático que além de me colocar no lugar da pessoa eu não consigo em não me comparar com outra pessoa, gostaria profundamente que todos, TODOS, fossem bonitos e assim, ninguém sofreria, e teríamos TODOS uma vida feliz aqui na terra, lembrando que estamos apenas de passagem e que a vida está passando rápido demais, quase que em um piscar de olhos, e olha que tenho 28 anos, e to percebendo isso.
Forte abraço pra quem leu.
submitted by drek92 to desabafos [link] [comments]


2020.06.21 05:16 KitanaMortalKombat Nice amiga tóxica e possívelmente uma trouxa q falou meio kid ;-;

(Luba eu sou menina mas faz voz de menino pfv! É q a minha voz e mto grossa e por isso algumas pessoas acham q eu sou um menino ou se tu quiser pode falar no queridíssimo sotaque favorito.... Bah né?) Olá Lubinho,minhas amigas,gatas,papelões sobreviventes,leds q ngm mais lembra,tela verde,possível convidado,nice guys ou girls,editores,chroma keys e turma q está a ver,essa é uma história q infelizmente eu sou a protagonista! Para dar um pouco de contexto: Essa história aconteceu quando eu tinha 8 anos e estava do 3° ano(cuja ainda estava descobrindo minha sexualidade,e eu achava q era bi!(hj eu descobri q sou pan)) e eu dei um ponto final nisso ano passado quando aonda tinha 10 anos e eu era meio mto Kid ;-; ent por isso q deixei em julgamento e provavelmente vai dar em: Td mundo é o babaca aq! Mas né? Td bem ;-;. Bem.... Eu sempre fui gordinha e até hj sou! E por isso eu sempre sofri bullyng na minha escola ngm queria ser meu amigo e tals.... E fui trouxa de achar q a menina q fazia bullyng cmg ia ser minha amiga se eu deixasse ela brincar com meus brinquedos (q enclusive era os mais famosos e os mais ricos da galera,pq entes eu tinha mto dinheiro e uma mulher tava roubando dinheiro da minha família inteirinha mas hj a gente venceu no processo! E tamo pobre por causa daquela mulher .. e tenho ctz q se eu contar essa história vc vai xingar a mulher até a rainha Elizabeth morrer)e por causa dela me fazer bullyng td dia cmg e n ter nenhum amigo q bringasse cmg (Guarde essa informação:só uma garota q ainda é minha amiga e continuamos amigas até hj u)eu óbviamente tive depressão e meus pais são aqueles tipo de pais q acha q depressão é falta de fé em deus e q só precisa rezar e vai tá td certo! (E no 3° ano descobriram q eu tinha ansiedade ent... É uma merda a minha vida ..)dps q eu saí daquela escola(q por sinal eu era a preferida de tdas as profs,até a tia q fazia comida pra gente gostava mais de mim,a cordenadora e a diretora da escola tbm me preferia e elas fizeram de td pra mim n sofrer mais bullyng pq essa escola era grande amiga da minha mãe e eu faria de td para agradecer essas pessoas maravilhosas :D (to até chorando escrevendo isso aq rs)) eu fui pra msma escola do meu irmão e aí a trouxa pensou: - Nss... Finalmente vou ter amigos e n vou sofrer bullyng! É.... Eu tava errada ;-; no primeiro dia uns meninos me trancaram na sala e riam de mim enquanto eu chorava e gritava tentando abrir a porta desesperadamente! (Obs: um dos meninos n tinha pai mas n era por isso q ele fazia bullyng cmg pq msmo quando a mãe dele se casou dnv ele continou a praticar bullyng cmg e eu n sei se foi antes ou dps da mãe dele se casar dnv q ele espancou uma amiguinha minha q a gente zuava e ela zuava junto pq ela era uma parente do um dos caras q ajudou o Pedro Alvares Cabral a descobrir o Brasil (eu n sei se ela era parente de um amigo dele OU ela era parente dele mas me lembro q ela era parente de alguém importante q eu estudei em história no 4° ano)) enfim.... Eu fiquei assim até o 2° ano q era pior ainda pq eu n conversava com ngm por ser tímida d+ e eu nem conversava mto com minhas amigas,pq eu tava no meu vício de FNAF (Five Night At Freddy's) e nenhuma das minhas amigas gostava desse jogo ou de qualquer jogo de terror (E eu ainda so mto viciada nesse game sóq eu to mais viciada em mk(Mortal Kombat) doq FNAF) ent eu só tinha amizade com os funcionários e com os professores! E esse ritimo só foi parar no 3° ano quando conheci uma menina q logo em seguida virei amiga dela no primeiro dia (Uma informação para guardar: E tbm tinha um menino novo q virei tbm melhor amiga.) e ela tbm gostava das msmas coisas q eu gostava... Resumindo: FNAF. Sóq os pais dela descobriram oq é FNAF e acabaram proibindo ela de ver FNAF oq foi PÉSSIMO para minha saúde mental já q pq essa menina acabava fazendo de td para q eu n falasse sobre FNAF de modo algum! E q no final n deu certo e ela acabou falando cmg sobre esse jogo dnv, bem... Até aí aceitável.... Sóq.... Acabou q nós duas criamos nossos canais no YouTube e eu era inscrita no dela e ela n era inscrita no meu pq a lógica dela era assim: -Vc tem mais inscritos doq eu e eu só vou me inscrever do seu canal quando eu for mais famosa doq vc! E eu n ligava pra isso pq eu era mto leal (e ainda sou) e por mais q a lógica dela de achar q ela era mais importante doq eu me machucava eu n ligava e continuei amiga dela, isso continuou até a gente começar a fazer vídeo de um jogo para fazer histórinha (o nome do jogo é:Gacha. Sóq tem vários Gachas ent eu só falo gacha msm) e lógico q isso para mim foi mto legal! Até pq eu gosto de fazer essas histórias, mas ela parecia q fazia só pq eu fazia (e ainda fasso e sofro bullyng pelo meu irmão pq a comunidade gacha tem mto +18 e a gente tá tentando acabar com isso,virou até matéria de jornal) e bem... Foi aí q a merda começou a feder! Se lembra do garoto? Ent..... Ele era um puta de um amigo meu e ele q se increveu no meu canal para me ajudar (Canal básico de 12 inscritos q eu tanto amo :,3) e ele sábia q eu sofria de depressão e sempre me apoiou, acontece q ele n se dava bem com a garota e ele sempre ficava se olho nela para ver se ela n fazia nenhuma gracinha cmg, acontece q ele disse q a bonita fazia desenhos dos meus bixinhos (Q ela fez de brigar cmg para q um dos bixinhos desse menino se casasse com a bixinha dela e dps a gente foi pra cordenadora e ela disse q era culpa minha e do menino,e aí q ela percebeu q tinha o poder de fazer as cordenadoras acreditarem nela e ela sempre fazia questão de brigar cmg e dps se fazia de vítima!) e os bixinhos eu cuidava (e ainda cuido) como se fossem pessoas de vdd ela fazia desenhos deles sendo torturados e dps colocava mensagens horríveis e o garoto sempre conseguia pegar e falar para eu mostrar pra minha mãe(e eu nunca aceitava de falar para meus pais) e aí quase começou um rumor falando q eu namorava com ela (AGR Q EU QUASE ME FUDI LEGAL :D) e bem dps de uns dias eu descobri um app de desenhos q acabei descobrindo q tinha uma comunidade nele! Era incrível! Eu fiz mtas amigas nele e... Óbvio q essa menina acabou descobrindo e me ameaçando de terminar a amizade se eu n contasse para ela qual era o app.... E eu contei pra ela e eu n mostrei pra ela minhas amigas virtuais e minha família virtual, em um belo dia a trouxinha aq acabou falando q tinha depressão e q minha vida tava uma merda (pq naquela época minha vó por parte de mãe foi diagnosticada de câncer e minha outra avó tbm por parte de mãe (minha mãe teve 2 mães a vida dela inteira, uma q cuidava dela e outra q era a biológica)tava piorando o Alzheimer dela) e eu pensei q ela fosse me apoia,mas parece q ela viu como oportunidade de controlar minha mente (pq eu tenho uma baixa auto-estima tbm e naquela época eu ainda sofria bullyng ent me controlar n era algo tão difícil) e bem ela continuava com a lógica dela de: -Vc n pode ser mais famosa doq eu! E ela sempre fazia eu colocar como a palavrinha do meu perfil (q quando existia a comunidade do Rascunho (o nome do app) vc podia colocar uma palavrinha do perfil e dps vc escrevia uma mini-bio e falava seu gênero) de: -Eu sou a melhor amiga da Funtime tangle 💗. (Funtime tangle era o nome do perfil dela) mas óbivio q eu nunca ia ser trouxa nesse nivel.... Fiquei com essa palavrinha apenas por uma semana e dps mudei para: - Meu perfil!. (Ou algo assim ;-;) e ela sempre tava lá para falar pra eu colocar oq ela quer e eu.... Tratava da zueira e teve uma vez q eu coloquei: -Eu gosto de chocolate! (E eu gosto mto msm ;-; como de tds os sabores até os 50% cacau) e adivinha! A MININA FICO PITA :D (sóq para n mostrar sua raiva apenas falou para eu colocar aquela frase horrorosa) e dps de alguns dias eu e ela viramos amiga de uma garota (inclusive bjs Pistolitaduud :D)(nome do perfil dela no Reddit ;-;)e ela me dizia sempre essa garota falava pra ela deixar só eu e ela brincar, bem voltando para o app Rascunho (Inclusive guarda a pistolitaduud na cabeça pq vo falar mto dela dps) eu fazia uns desenho q era melhor doq os dela (q agr reparando melhor era MTO melhor ;-;) ela passou dos limites... Sim Lubixco... Se vc pensou q ela começou a roubar meus desenhos vc... ER- ACERTOU! Ela começou a me plagiar e nunca colocava os créditos e ainda tinha a ridícula desculpa: - Aiinn!! Mas os seus desenhos já estão prontos!!! E bem... Eu acho q nunca fui tão trouxa de deixar isso passar já q ela tava pegando meus desenhos (q eu me lembro q ficava HORAS desenhando) e tava ganhando em cima do meu trabalho.... Q eu n deixava ela pegar meus desenhos mas... Msmo assim ela pegava... Lubixco pss te falar qual foi a pior coisa q eu fiz? Pois mto bem.... Eu contei para uma das minha irmãs virtuais q ela tava me copiando e tava ficando mais famosa q eu por cima dos MEUS desenhos e n tava dando os créditos para mim e ainda tinha gente elogiando ela... Lubixco... LUBIXCO! Eu fudi com a minha vida :D ela foi me defender e dps essa garota falava q era minha irmã virtual e eu falava q ela n era pq eu n queria.... Lubixco.... Vc entendeu oq aconteceu né? Se vc acha q essa minha irmã virtual disse q era minha irmã e essa garota disse q era minha irmã.... Vc acertou :D E DPS ELAS FICARAM AMIGAS! Aí eu aceitei na boa.... Pior decisão na minha vida.... E n importava se eu tinha sim ou n um novo membro na minha família virtual ela falava q era tbm minha irmã e td mundo ficava amiga dela.... E foi um dia q ela PASSOU dos limites LITERALMENTE (e eu ainda n terminei a amizade naquela hora) a trouxa aq teve uma conversa com a família virtual,tevem tbm uma mini-aventura e dps a gente nomeou de: "O chat loko". E como a gente gostava de desenhar a gente nas conversas eu desenhei td mundo q participou do chat junto com a minha oc (Oc= Original Character. Q por acaso ela tbm copiou) ela BRIGOU cmg pq ela n participou da conversa e dps abaixou o desenho (q eu deixei livre para as pessoas q participaram abaixarem) e usou o msmo nome "O chat loko" me marcou com a legenda: -Pena q a @Old Zclarafrx (Meu @ na época) n participou! E ainda sab oq ela fez? ELA PEGOU O DESENHO Q EU FIZ N COLOCOU OS CRÉDITOS DNV E NO LUGAR DA MINHA OC ELA COLOCOU A DELA!!! LUBIXCOOO!! EU FICO PITA SÓ POR PENSAR Q EU ERA AMIGA DE UM MONSTRO COMO ESSE! (e tenho dó da gata dela ter tido uma dona tão fdp enclusive... Descanse em paz filó... A única gata q n quis me matar ;-; e f pela Mina (a nova gatinha dela)) eu n briguei com ela... Eu acho ;-; mas eu penso nas coisas q ela fazia pra mim e eu me lembro as coisas q eu fazia por ela.... Eu fiz questão de brigar com um mlk q começou a falar q ela ainda tava na primeira página q a prof mandou e td mundo tava indo lá pra ver e eu oq fiz?: -Eii!! Deixa ela em paz! -Aaa!! Agr só pq vcs são melhores amigas vc vai defender ela? E eu juro q eu n era uma pessoa de brigar... Mas ele me pegou no dia das paranóia q eu tenho q tipo eu penso numa merda pra eu fazer e querer saber as consequências... Eu sou um ser diferente nesses dias... E adivinha? Eu falei: -QUER ENCARAR? -Sim! E...Round 1... FIGHT! TÃNANA nana na nanana na na na na tiu pras PANANANA PANANANA (Música do Mortal kombat ;-;) e tava lá o mlk chegou e me deu uns chutes e quando eu fui atacar... BLAM! Derrepente a sala inteira tava me segurando na parede para q eu n dasse um próximo golpe.... Class wins! Flawless victory... FATALITY! E eu tenho medo de saber oq teria acontecido se eles n tivessem me colocado na parede no ponto de fazer eu sair do chão....E EU N ERA TÃO FRACA ASSIM! Enfim eu recebi nem um: -Poxa cara... Valeu! Ou: -Obg amiga! Sim eu to julgando por ela nem ter me dado um simples "obg" e se eu fosse ir de volta para a cordenação eu ia ser suspença e eu contei isso pra minha mãe e ela me entendeu... E dps tds sabendo dessa notícia parece q começaram a falar mais mal ainda dela e eu n podia erguer a voz pq se n.... Suspenção :D e a minha mãe sempre falava: - Pq vc n falou nada? Nessas horas seria legal alguém ajudar ela! SIM ELA FALAVA ISSO!! Acho q nunca me senti tão traida assim... Os dias foram se passando e nossa amizade piorando... Ela chegou a pegar meu celular e apagar umas fotos n importantes mas umas fotos importantes de um primo meu q eu quase nunca via! E dps mexeu nos meus apps e colocou aquela frase: - Sou a melhor amiga da Funtime tangle!💗 E se lembra dequela garota do começo q eu disse ela é uma puta amiga minha? Ent.... Ela acabou sendo amiga dela junto cmg! (Informação para guardar: originalmente era para a gente ser um trio!) e essa menina disse q essa minha amiga (Cuja vms chamar ela de carol) disse q a carol e ela mexeram no meu celular! Óbvio q eu n acreditei pq eu sei q a carol nunca faria isso cmg! E como essa garota foi meio dedo duro as vezes cmg (Pq eu via uns vídeos 18+ pq os caras enchiam de palavrão o vídeo ;-;) e ela já contou para minha mãe e bem.... Agr a parte q eu disse sobre ser Kid... Inclusive eu me envergonho disso... Eu mandei UM VÍDEO e UM ÁUDIO chorando para A MÃE dela e falei oq ela fez com meu cell (e quer saber? Eu n vou mentir! Por causa dessa menina eu fui mto kid mas era uma kid q militava errado! E fazia tbm ameaças para ela caso ela n me respondesse! E me envergonho disso até hj TT)e ela acabou ficando de castigo aí eu DESCUBRI q essa menina n podia mais ter Rascunho! Ent eu tava feliz! Finalmente ngm ía ganhar fama em cima do meu trabalho! Mas ela n ligava e continou com o Rascunho! E eu sempre ficava pensando: -Será q vale a pena? Será q ela REALMENTE gosta de mim? Será q ela quer msmo ser minha amiga? Será q se eu morresse ela iria chorar por mim? E eu sempre me perguntava isso td dia até q eu pensei: -Ela nunca se importaria cmg msm. E eu fiquei com esse pensamento tentando fazer ela gostar de mim... Mas aí se passaram uns dias e os meus amigos virtuais e minha família virtual parou de falar cmg... E eu começei a falar mto mais com a Pistolitaduud,acontece q eu percebi como ela era quando eu fui pra casa dela e ela n falou nem um: -Obg. Para a empregada dela (q foi ela q cuidou sempre dela e do irmão) aí eu tentei manter distância e mudei de turno da tarde para o da manhã (n por esse motivo mas sim pq meu irmão entrou no 1° colegial) Lubixco.... FOI O ÚNICO ANO Q EU N SOFRI BULLYNG :D (Na vdd foi o único ano q n aconteceu merda na minha vida pq recentemente meu tio veio a falecer dps de um cirurgia de câncer no fígado... EU TAVA FELIZ PQ MINHA MÃE,MEUS TIOS E MEUS AVÓS GANHAMOS NO PROSSESSO E AINDA TEMOS NOSSAS CASAS E AÍ MEU TIO MORREU! 2020 tá ó 👌) 2019 foi um ano de ouro pra mim pq um pedófilo q eu tanto odeio foi preso (inclusive ele plagiava e treto com o Goulart) e foi quando minha fixa caiu! Eu fui postar um desenho das minhas ocs e coloquei no título: -Bffs! Aí vem A DISGRAÇINHA da mina (Eu queria ter prints dessa conversa sóq o app tirou a abba comunidade e eu n podia ver vc Lubixco :( mas eu acho q consigo ressussitar algo! E eu mandei uma mensagem para a Pistolitaduud e vou esperar ela me responder aí eu vou atualizar o post mas até agr n tenho print da conversa....)para falar assim: -Me coloca aí! E elas nem existem! Fiquei de saco cheio e falei: -Eu n vou mais fazer parceiria com vc no rascunho e nem no YouTube! E ela me manda uma coisa dessas....: -Nss.... É por isso q vc n tem amigos! Luba.... LUBINHA DO RAIDEN! ELA FALAVA Q ERA MINHA AMIGA E DPS DISSE Q EU N TENHO AMIGOS! ME EXPLICA ISSO!!!! Fico puta até hj com ela... Foi aí q eu falei: -Na vdd eu tenho sim! Pq o meu nome n é (Nome da mina ;-;)! Cortei a amizade com ela! Falei pra mãe dela q a menina tinha um Rascunho sem a autorização da mãe e oq ela fez cmg! E a Pistolitaduud tbm e cortou a amizade com ela se lembra do nosso "trio"? A guchi (Bitch em japonês) tentou separar eu da carol! DÁ PRA ACREDITAR?! Dps disso fiz uma outra amiga... Q acabou sendo melhor doq essa menina e meio q ela me curou da minha "doença" (Kid militante) e essa garota (Vms chama-la de anja pq ela foi um anjo q me tirou da bosta) disse q ela era aqueles Heteros tops homofobicos e eu fiz ela ter uma visão diferente do mundo e fiz ela descobrir q tbm era pan e bem...... Minha vida melhorou dps de td q aconteceu! A Anja e eu começamos a namorar recentemente TwT (E é essa parte da história q o Luba fala q é fake huehuehue) e eu e ela gostamos das msmas coisas das msmas cores e uma curiosidade engraçada q eu faço aniversário dia: 24 de Julho. E a Anja faz dia: 25 de Agosto. 1 dia dps do meu aniversário e 1 mês dps do meu aniversário kkkkk e bem... Dps de uns dias no ano passado eu dei um "Oi" sorrindo pra ela pq eu coloquei a gente em uma situação engraçada aí ela me mando uma mensagem dessas: -Acho q EU consigo TE PERDOAR. LÓGICO! Pq ELA PIOROU MINHA DEPRESSÃO,ME DESRRESPEITOU EM TDAS AS MINHAS HISTÓRIAS,ME PLAGIOU,FEZ COISAS IDIOTAS CMG E EU ME FUDI E ELA NEM ME DEU UM "Obg" CLAROOO EU VO MTO PERDOAR ELA!!! E por causa DELA eu to fudida na auto-estima! Óbvio q eu iria perdoar ela né? Dessa vez eu falei pra ela tomar no ku e tomar uma vergonha nessas duas caras dela! (Mentira n mandei uma mensagem assim n ;-;)(mas queria) e bem.... Agr eu tenho amigos de vdd uma namorada, uma ótima relação com minha sala estou menos insegura de si e oq ela falava sobre: -Vc n pode ser mais famosa doq eu! Agr eu DUVIDO ela me plagiar e ser mais famosa doq eu... Pq agr aq estou eu com meus 11 mil inscritos (Inclusive obg tds q acreditaram q eu conseguia QwQ) e com tds eles me alertam quando alguém tenta me plagiar! E bemmmm.... Essa história teve pelo menos um final feliz né? Uma bela história de superação de amizades falsas! E agr eu estou fazendo meu próprio remédio contra depressão! Assistir tds os meus Youtubers favoritos (cof cof Luba cof) e amigos! Enclusive essa história um bom conteúdo para o Luba enclusive Lubinha.... Obg por me fazer rir com suas piadas idiotas mas msmo assim engraçadas! E bem... Tá na hora da pergunta.... Eu fui a Babaca? (Inclusive manda um oi pra Prima da Anja e pra Pistolitaduud ela s tbm te assistem!)(Atualização:a Pistolitaduud me mandou os prints da conversa pq ela tinha guardado, já vo logo avisando q são apenas 2 kids e eu n me lembrava dessa conversa '-')a conversa kid
submitted by KitanaMortalKombat to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 13:23 _Emiko_ A Atriz

Olá Luba, editores, gatas, papelões mortos (F) e possíveis convidados e turma que está a ver
é minha primeira vez postando uma história aqui, criei um perfil no reddit pra isso, então peço desculpas por erros ou algo sem sentido, A história é meio grandinha
Hoje irei contar a história de uma pessoinha maravilhosa, vou dar o nome de R antes de contar a história do ano passado, você precisa entender o histórico dessa pessoinha comigo
tudo começou no ano de 2016, quando eu brinquei com ela em relação ao seu crush ( não lembro o que disse de verdade) até ela ficar puta e me bater na quadra, a aula era de Ensino Religioso, tava todo mundo num terreno perto da quadra, sem o diretor saber. Minha mãe foi chamada na escola grávida e quase foi atrás da menina
em 2017 foi minha vez de fazer merda, onde ela postou no grupo da sala uma foto fazendo bico, e eu chamei ela de galinha (por causa do biquinho dela) e todo mundo ficou contra mim, porque era tudo baba ovo postei num aplicativo de meme essa conversa que chamei ela de galinha e sem querer não borrei o número (sim eu sou sonsa) , e ela começou a receber varias mensagens de gente aleatória, fui chamada na coordenação da escola, mas nada aconteceu comigo
e ano passado, eu e meus amigos Anjo, Betina, Iris e (mais gente só que não me lembro muito kkkkk) estávamos jogando verdade e desafio, e do nada a R entrou pra jogar, e chegou uma hora que parou em mim e ela, ela pergunto "verdade ou desafio?" obviamente eu disse verdade ai ela pediu um segredo meu pra Anjo (que é minha melhor amiga e sabe de muita coisa essa santa do mal) a Anjo por impulso, disse que eu ja gostei de uma outra amiga minha, a Ema, em 2018, e essa Ema também era amiga da R A R então, com seu bico de galinha, foi tirar satisfação com a Ema, porém esse "tirar satisfação" dela durou quase o ano todo de 2019, o que a R estava fazendo de verdade, era enchendo o saco da Ema, dizendo que devia se afastar de mim, porque eu sou nojenta (por ser lésbica) e aqueles negócio que deus não aceita homossexual e blablabla (sendo q a Ema é agnóstica kkkk) e ela tava dizendo que eu ainda gostava dela, e ela também tava falando mal da minha namorada (ex atualmente) Soube disso através da própria Ema, que me perguntou se eu realmente gostava dela, e ai ela me disse o que a R havia contado pra ela quase a metade do ano todo
então, bolei um plano pra expor essa vaca teve um dia na aula de português, que era ""vaga"" (porque o professor é muito gente boa e deixou a gente conversar) Onde a Anjo disse pro professor ter ouvido a R falando meu nome numa conversa entre os meninos, (que são um bando de filho da put*, mas isso deixo pra outra história) Foi ai que eu aproveitei da Anjo brigando com o professor e a R que eu cheguei e falei
(prepare-se para um dialogo mal feito)
Eu: Garota quem você acha que é pra falar de mim pelas costas??? homofóbica ela me olhou sem entender nada e perguntou R: do que que ce ta falando menina???
Eu: To falando de tudo que você falou de mim pra Ema, que eu sou nojenta porque sou lésbica, e que ela devia se afastar de mim porque sou errada, né?
R: Eu nunca disse isso (ela começa a fingir choro)
Eu: Vai me dizer que a Ema ta inventando então sua vagabund*???, minha namorada com problema de saúde e você aqui me xingando e dizendo que sou nojenta e falando mal dela também?? Que eu saiba sua religião prega respeito não importa quem seja, fala que eu vou pro inferno por ser lesbica, mas você tembém vai por desrespeitar as pessoas!
ai ela começa a ficar desesperada e gritar "eu não disse nada disso!!" e sai da sala fingindo um choro, enquanto todo mundo olhava pra mim e pra Anjo com a cara "mano que que aconteceu aqui velho????" foi nesse dia, que todo mundo percebeu o quão escrota é a R e começaram a se afastar dela ela perdeu seu lugar de rainha na sala, pra ganhar o de homofóbica
é isso lubinha <3, criei esse perfil no reddit só pra postar as histórias aqui :3 um bj seu lindo, e desculpa pelos xingamentos :( (ainda espero ter um amigo gay igual ao luba :()
submitted by _Emiko_ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.27 15:35 sonic_star_2 Eu queria que as pessoas acreditassem em mim, vissem que eu mudei e mudo a cada dia, mas ninguém parece enxergar

Eae pessoal, tudo bem? eu venho procurado um sub de desabafo e acabei achando esse, e aqui espero que as pessoas me entendam e q eu me sinta melhor compartilhando minhas agonias, essa é minha primeira postagem, então se eu fizer alguma coisa errada me desculpem. Dsclp tbm se ficar meio grande
Bom, a umas semanas atrás eu terminei com a minha "namorada" (A gente n era "namorado", a gnt se gostava e ficava e tal, era tipo namoro mas ela sempre disse q tava mais pra um "a gnt se ama, mas n é nada sério e tal") e eu não tava conseguindo aceitar que tudo tinha acabado, eu amava ela demais e ver ela gostando e postando coisas sobre outra pessoa tinha me deixado meio pra baixo e frequentemente eu passei a conversar com ela sobre como eu tava me sentindo, enfim, passou um tempo e semana passada eu falei com ela de novo sobre a gnt e tal, e no fim da conversa ela falou que ela realmente não sabia mais o que falar, q a gnt já tinha conversado sobre isso e se fosse pra falar comigo sobre esse assunto iam ser as msm coisas, q é algo que não é saudavel pra nenhum dos dois, pq eu to gostando de outra pessoa e vc fica chateado me vendo com outro, então se fosse pra continuar com essa conversa ela ia só me ignorar e voltar a fazer as coisas dela. Na hora eu vi que eu tinha feito merda por n ter aceitado aquilo, e eu tive um flashback e pedi desculpas, que eu não queria que ela tivesse se sentindo assustada por que eu sempre fui um cara de boa com todo mundo e nessa vez até eu me surpreendi pq aquele cara não era eu, eu sempre sou delicado com as palavras e sempre procuro entender todos os lados, mas dessa vez foi diferente...
Eu pedi desculpas logo em seguida e falei q eu nunca pretendi ser rude com ela, ou sla, fazer ela ficar desconfortável, ela é uma pessoa super importante pra mim pra eu fazer algo do tipo, visto q eu sempre me preocupei com o bem estar dela, ela falou "Eh, okay, então eu vou voltar a fazer minhas coisas aqui, boa noite :/" e eu fiquei mt chateado, eu tentei chamar ela depois mas ela n me respondia, eu mande umas músicas pra ela ouvir e falei que eu ia mudar de verdade, e só depois de várias horas ela falou: "BLZ blz, tudo bem, eu só quero relaxar agora" e sla, parecia q tava tudo bem. No dia seguinte eu conversei sobre tudo isso com minha mãe (pq eu e minha mãe temos uma relação mt próxima, eu conto tudo que acontece pros meus pais, eu n tenho nenhum preconceito falando com eles), e ela me falou que as pessoas vem e vão na sua vida, então que não era pra levar muito a sério, e teve mais coisa q eu n vou escrever aqui se não vai ficar gigante, mas ela falou no geral q ia ficar tudo bem e tal, que n era pra eu me apegar mt a essas coisas pq as pessoas vem e vão, tudo na vida é passageiro e são ciclos, e acho que por isso ter saido da boca da pessoa que eu mais admiro nesse mundo me tocou de um jeito diferente, eu botei na minha cabeça que tudo passa e sla, era provavelmente uma dor passageira, enfim, as palavras dela com as da minha mãe meio que me fizeram acordar, eu me senti realmente mudado depois de conversar com ela, ent liguei pro meu amigo que mora no meu prédio pra conversar sobre isso, quando alguns momentos antes da gnt se ligar a minha "ex" me chamou, perguntando se tava tudo bem comigo, e eu falei que sim, e que tinha escrito um texto de desculpas e tal, que eu realmente tava me sentindo mudado, de verdade, eu tava ficando de boa comigo mesmo depois de ser "acolhido" pela minha mãe, e falei que a dura que ela me deu provavelmente foi boa pra eu acordar, se não eu taria me doendo até agora, sabe? Que eu tava conseguindo me distrair melhor com meus amigos e tal, que as coisas tavam fluindo bem pra mim, eu não sentia o mesmo, parece que tudo realmente se "concluiu", sem remorso. Ela também pediu desculpas pelo dia e tal, e ai a gnt conversou um pouco e parecia tar tudo certo.
Eu entrei pra conversar com meu amigo e ai dps de várias horas conversando e nos divertindo eu entrei pra falar com ela e eu vi que ela tinha me bloqueado nas redes sociais q a gnt usa, menos no Whatsapp e no Instagram (q é por onde a gnt se fala geralmente, mas no Instagram ela privou o perfil e me tirou dos seguidores), e eu fiquei meio "Putz vei", na hora eu fiquei meio chateado pra falar a verdade, mas eu entendi e n me senti mt chateado e tal, eu meio q aceitei na minha cabeça que as coisas da vida são ciclos, e que tem gente que vem e vai, nosso relacionamento tava sendo e foi igualzinho ao do filme 500 Dias Com Ela, sem tirar nem por, foi quase 100% fiel sabe? Passou uns dias da gnt conversando um pouco (tamo conversando bem menos, sla, acho q eu n sinto mais necessidade de vir com coisas novas td hora, apesar de eu gostar mt de falar com ela eu converso com ela quando realmente quiser, não falar algo só pra não deixar a conversa morta sabe?) e eu resolvi perguntar se ela ainda tava chateada comigo, pq eu vi que eu tava bloqueado e tal, e ela falou que tipo, eu fui meio estúpido e "assustador" naquela hora, e que ela falou com uns amigos dela (Inclusive um deles q é um talarico """amigo""" meu q no começo da relação tentou ficar com ela sabendo q eu gostava dela só pq sim, ele é assim com tds as meninas q eu gosto, ele dá algum jeito de descobrir com quem eu to conversando e se meter na vida delas, só que dessa vez eu briguei com ele pq eu me cansei de ele roubar toda santa vez minhas namoradas, e dessa vez deu certo pq ela viu q ele era meio tóxico e falou q n ia ficar com ele, eles só voltaram a se falar no meio desse mês pq eles são amigos {por mais q ele seja meio idiota} e pq ele falou que sentia saudades de conversar com ela e tal depois dele postar uns poemas em homenagem a ela, mas eles nem conversam tanto). Esse cara falou pra ela coisas tipo: "Olha as coisas que ele manda pra vc, que ele posta, ele tá doente por você caralho, só vc n ta vendo", e ela me disse que isso aliado as coisas que outros amigos dela falaram sobre a nossa conversa fez ela ver e sla, me bloquear, pq isso já aconteceu com umas outras pessoas que gostavam dela e ela teve que bloquear pq tava malucas por ela, e ela não queria que isso acontecesse comigo.
Na hora eu falei que eu realmente tava mudado (o que eu realmente to) mas que entendia 100% se ela não quisesse me desbloquear, e ai ela falou q ia esperar esses "ânimos" passarem pra ela me desbloquear, até pq os amigos dela ficaram meio preocupados com ela e tal. Desde antes de ontem eu tentei falar com ela normalmente como sempre, mandando meme e conversando sobre a vida e tal, mas ela tava me ignorando (até ai de boa, pq ela faz isso e mts amigos meus tbm, ent de boa com isso, é meio chato qnd isso acontece mas de boa, sem problema algum) mas dessas vezes eu queria conversar com ela pq eu gosto de falar com ela (Eu to chamando ela bem menos, mas de vez em quando eu gosto de conversar com ela pq eu amo falar com ela, ela me entende e com ela eu consigo ser aberto sobre tudo, é incrível falar com ela), mas ela tava ignorando minhas mensagens chamando e tal.
De novo, não é algo que me deixa triste pq ela e mts amigos meus fazem isso, ent de boa até ai, só fiquei meio chateado por que eu vi que ela tinha postado coisa no perfil dela e curtido uns posts de amigos, então acho que ela não queria conversar comigo. Eu quero q ela veja q tá tudo bem comigo, q eu realmente não preciso dela e que eu finalmente entrei em conciliação comigo mesmo e que eu to partindo pra outra, mas q eu só n quero parar de falar com ela pq ela é importante pra mim, q na hora eu perdi a cabeça e ta tudo bem agr, mas parece q as pessoas n tão vendo com os mesmos olhos q eu. E agora entra o título do post, eu tive um certo pensamento depois disso pq sla, eu sinto que comigo as pessoas não conseguem acreditar q eu mudei, ou que as pessoas assumem coisas sobre mim sem saber, eu n sei explicar.
Um exemplo: eu fiz por esses dias um teste pro meu colégio sobre espectro político (n sei se vou ser julgado por opniões políticas aqui kkkkk, mas foca na história), e tipo, meus ideias sempre foram Liberalistas, liberdade de indivíduo, livre mercado, etc. Só que quando eu fiz o teste deu que eu era de Centro (eu não tinha entendido algumas questões direito e admito que acabei respondendo algumas de forma errada, tanto que mais pra frente eu refiz o teste e deu dessa 2ª vez q eu era liberal), eu mandei a foto pro pessoal e a primeira coisa que eles apontaram foi "Caracas, o Matheus é o que teve maior porcentagem de autoritarismo", por isso eu falei q o teste tinha dado meio errado, pq eu como liberalista prezo sempre pela liberdade individual de cada pessoa. Eu falei q isso dai tava meio errado pq eu era liberal e eles falaram "iiiiii ó o cara vindo com desculpinha" e ai entra o negócio que me deixa mais triste, parecem q sla, n vêem que as pessoas mudam. Por mais que eu já tenha apoiado uma visão mais autoritarista, eu mudei, minhas opniões mudam ao longo do tempo, mas por mais q eu tente me justificar, eles ainda não veem nos meus modos q eu mudei
Eu n sou o mesmo de 1 ou 2 anos atrás, 1 ou 2 dias atrás, 1 ou 2 segundos atrás, as pessoas estão sempre em constate mudança, igual diz Heráclito: "Não se pode tomar banho duas vezes no mesmo rio", Tudo flui. Na próxima vez que me banhar no rio, nem o rio será o mesmo, nem nós seremos os mesmos, mas parece q as pessoas n veem isso.
Eu refiz o teste, deu liberal dessa 2ª vez, deu muito mais liberal do que autoritário e eu tentei me justificar, dizendo que eu não tinha entendido algumas questões e tal (o que é verdade), só q essa merda de opinião ainda fica na cabeça das pessoas "Quem tenta se justificar é pq ta com medo de ser aquilo mesmo q chamam ele", ai eu falei com eles e tal, mas é isso q eu to falando, n só nesse caso pq agr com o da minha amiga tá dando pra ver isso acontecendo: Eu tenho certa apreensão, n é nem medo pq eu meio q ja aceitei q se ela sair da minha vida tudo bem, é a apreensão de q sla, ela tenha uma imagem errada sobre mim e n consiga ver q eu realmente mudei, e quanto mais eu tento me justificar parece q para as pessoas essa "impressão errada" q elas tem fica só mais aparente :(
É tipo: Deu q eu sou autoritário ali no teste, por mais q eu tente provar q eu n sou e prezo pela liberdade, as pessoas vão falar "Iiiiiiii, se ta falando de mais é por q ta com medo de assumir" só q mano n é nada disso, e eu n sei fzr com q as pessoas entendam isso, ngm sabe o que ta na minha cabeça, mas quanto mais eu tento me mostrar transparente eles sla, ignoram, n sei explicar velho, isso é mt chato pq eu posso ser 100% honesto com os meus amigos q eles n veem q eu mudei. Com a minha amiga eu sei que eu sempre pude falar com ela sobre tudo e sempre fui 100% honesto com ela, e ela sempre pareceu me entender, só q agora parece q sla, eu to com medo dela ficar igual meus amigos, pensar q eu só to falando q ta tudo bem de verdade e pra ela n me odiar e parar de falar comigo. O problema é q sla, mesmo eu falando q tá tudo certo de verdade, ninguém parece acreditar, é foda, eu queria q as pessoas vissem pra mim e falassem "Ó cara, eu reamente acredito q tu mudou", mas n é o q acontece. Eu to realmente 100% de boa com ela, apesar de eu estar chateado pq ela ainda n me desbloqueou e me ignorar de vez em quando, mas eu quero acreditar q isso vai vir com o tempo, eu só fico meio sla, triste pq eu me mostro transparente com as pessoas e elas falam "Po, vc n é assim n kkkkkkkk". CARALHO VELHO, ELAS TÃO NA MINHA CABEÇA POR ACASO PRA SABER COMO EU TO? PRA FALAR COMO EU SOU? ELAS SABEM MAIS DE MIM DO QUE EU MESMO PORRA? NÃO!
Então eu acho q as pessoas tinham q sla, começar a ver o mundo do mesmo jeito q eu passei a aceitar e acreditar mais nas pessoas depois de um tempo (sla, por mais q aquele meu amigo talarico por exemplo tenha se desculpado comigo, eu sei q de verdade ele ainda tá puto pq n deu certo ele roubar minha namorada dessa vez e quer me fuder {ele fala mt merda de mim pra ela, sempre falou na verdade, e justamente por isso ela deixou de falar com ele por um tempo}, mas mesmo assim eu n vou insistir e ficar debatendo, se ele disse q realmente mudou mas n mudou, ele só vai estar mentindo pra si mesmo, fazer os outros acreditarem que ele é legal pra depois quebrarem a cara, sabe? Ou sla, outras coisas q acontecem q eu acredito realmente na mudança das pessoas sabe? Eu queria q as pessoas me vissem com os msm olhos q eu vejo elas, vendo q as pessoas mudam, mesmo q sla, em um pedaço pequeno de tempo, como foi comigo q demorou menos de 2 dias pra eu conseguir aceitar q tudo acabou e tirar minha amiga da minha cabeça
Outro e último Exemplo: Eu tava pra editar um vídeo de um amigo meu lá q falou pra eu fzr o vídeo ficar engraçado pra ele postar. Eu nunca recusei fzr essas coisas, sempre q meus amigos precisam de algo q eu posso ajudar eu ajudo, só q dessa vez eu realmente tava sem inspiração pra editar, elaborar as piadas do video, tlgd? eu n tenho agora a msm "engraçadez" de um tempo atrás, e eu falei isso pra ele: "Olha, desculpa, eu posso tentar mas eu n to mt com idéia ultimamente pra editar vídeo, eu n to mais conseguindo fzr os ngc engraçado, então se n ficar engraçado de boa?", e tipo, ele falou "N po, de boa, entendo 100% como é, mas vc consegue cara", e tipo, sla, esse amigo meu foi super de boa, mas tenho certeza que se fosse com alguns outros q eu tenho eles iam falar "Caralho, então vc ta falando q n quer editar pra mim? sendo q tu ta ultimamente editando uns videos de memes curtos? (eu tenho um canal no ytb e agr na quarentena eu to postando direto uns vídeos curtos engraçados q eu edito, já q eu n to com cabeça pra editar vídeos longos e elaborados, sabe?) isso pra mim é desculpinha pq n quer editar pra mim" tlgd? e sla mano, isso é idiota de mais kkkkkk pq por mais q eu tente mostrar e fazer eles entenderem q sla, eu n to com cabeça pra editar vídeo msm, elaborar piada ultimamente, eles n entendem velho, e isso é uma bosta pq parece q é de propósito. Se fosse eu no lugar deles eu provavelmente ficaria sla: "Po qq ta acontecendo com vc? quer ajuda? eu ajudo a editar se quiser" ou "Po te entendo perfeitamente, tudo bem, outro dia se tu ficar melhor pode fazer, mas se n quiser sem problemas :3" sabe? Eu queria q as pessoam vissem como eu me sinto por dentro, ou que eu mudei minhas opiniões e jeitos, mas quando eu tento mostrar as vezes nem funciona e sla, o pessoal ignora, queria que vissem q eu realmente mudei, mas n vou forçaempurrar q eu mudei pra eles, eu quero q as pessoas enxerguem q eu realmente mudo a cada dia, mas sla, as pessoas n parecem ver isso
Provavelmente se esses meus amigos vissem q eu postei esse texto aq eles iam falar "iii olha lá, o cara tá fazendo draminha, ta postando no reddit só pra provar q ele mudou, e quem tenta provar as coisas de mais é pq ta com medo de estar errado"
É foda :/
submitted by sonic_star_2 to desabafos [link] [comments]


2020.05.19 07:09 GabrielCy54 Aproveitando as últimas 24 horas antes dos 17

Olá Reddit, esse é o meu primeiro post oficial no Reddit (sem contar os comentários nos posts de outros users) e bem, normalmente eu prepararia algo no bloco de notas antes de postar qualquer merda, mas decidi fazer um "freestyle" do desabafo, ou seja, preparem-se para muita merda...
Bem, amanhã, dia 20 de maio de 2020, farei meus 17 anos, e como estou em quarentena, tenho muito tempo para bostejar sobre a minha vida, e tbm tenho tristezas para desabafar com alguém, por isso a proposta do sub é muito interessante, enfim, comentário aleatório, mesmo assim, a ideia de desabafar coisas tão pessoais para estranhos na internet é algo assustador para mim, principalmente agora q estou pesquisando bastante sobre privacidade e criptografia.
Eu n gosto muito dos rumos q a minha vida têm levado, no 3° ano do fundamental eu era uma criança isolada e já estava tendo meus primeiros contatos com a solidão, tenho até uma professora q disse pros meus pais q eu tinha umas brincadeiras estranhas pq eu brincava sozinho no recreio... no 4° ano eu conheci um amigo q futuramente iria mostrar ser um merdinha q apenas me tolerava perto dele, mas acho q isso deve ser abordado em outro post.
Sempre fui bastante carente e cresci acreditando q precisava de um amigo para ser feliz, logo, depositava sempre a minha felicidade nos outros e aprendi da pior forma q isso é uma coisa completamente ruim para a saúde mental. Fui aos poucos me destruindo por dentro, chegava da escola e percebia o quanto eu estava sozinho no mundo e q minha existência era algo patético, sei q devo agradecer à Deus, afinal, pelo menos tenho um lar, comida e uma família, mas quando vc tem uma saúde mental completamente fudida, até as coisas mais superficiais acabam se transformando em um problema grave.
Mesmo assim, a solidão e a carência ainda se mantém, e algo q essas pessoas percebem é q, mesmo cercado de pessoas, ainda assim o vazio existe e é assim q eu sinto. Provavelmente a culpa é minha, como sempre, porém eu sou tão inútil q n vejo de forma clara como resolver a merda da minha vida, apenas tento adiar a bomba q está plantada e q uma hora vai estourar. Desde o final de 2017 eu vinha dando sinais de depressão, eu tava levando a vida no tranco e na época eu tinha uma namorada e ela era o meu pilar pra n desabar (lembram da parte de depositar a felicidade nos outros? Então...), aí um dia ela terminou cmg, de início eu tentei levar a vida normalmente, mas aconteceu algo q me fez ver o quão merda eu sou, e aí juntou todos os problemas e o término do namoro e o meu mundo desabou.
17 anos e o meu objetivo ainda é o mesmo: ter sucesso na vida, em todos os sentidos possíveis. Eu cresci em um ambiente onde eu n passava necessidades mas ao mesmo tempo eu n pude ostentar algo, ao contrário das pessoas próximas à mim, e tipo, por eu ser criança e n ter muita noção de pensamento filosófico, eu achava algo muito massa ostentar e q a luxuria era oq eu queria, e n é exatamente isso, mas sim ter sucesso na vida. Tanto financeiramente, quanto socialmente e profissionalmente.
Eu me cobro bastante e sempre quero melhorar a cada dia e ser a melhor versão de mim mesmo, me inspiro em caras fodas como Tesla e Newton q era gênios da ciência, Mark Zuck, Musk e tantos outros bilionários jovens q tiveram sucesso no mundo do empreendedorismo e até mesmo o Aristóteles q foi um puta filósofo q criou novas áreas do conhecimento como a biologia e a economia, sem falar em Jesus Cristo q é até mesmo um exemplo de inspiração para ateus q apreciam os ensinamentos do (na minha crença) filho de Deus.
E tipo, principalmente nessa quarentena, eu vejo o quanto q eu fiquei mais inútil, isso desde 2019 q passei a estudar menos e, mesmo com algumas pessoas dizendo q sou inteligente, ainda assim n acredito e acabo me comparando à outras pessoas e fico com a autoestima lá no chão, bem fundo mesmo.
2018 foi o ano mais produtivo q tive, até pq, por causa da depressão e tals, eu fui ocupar a minha mente com algo e me joguei de cabeça nos estudos, foi muito massa ir pros aulões do colégio e de noite tinha aulas focadas em olimpíadas científicas, estava contente em saber q estava fazendo algo da vida, mas eu ainda n achava q era o suficiente... e aqui no DF temos o "PAS" q é um programa pra facilitar a entrada dos alunos na UnB, é tipo o ENEM só q é divido em 3 fases onde fazemos apenas a prova do ano q estamos fazendo, e o PAS me sobrecarregou tanto q quando terminei a prova, resolvi tirar férias de tudo por 1 semana, só q acabei fazendo merda e agora sou bastante procrastinador, antes eu estudava regurlamente toda madrugada, agora eu tenho poucos momentos onde eu fico empolgado com algo pra estudar, aí depois de uns dias de estudo, eu paro os estudos, enfim, tenho problemas.
Além disso tudo, eu nunca tive facilidade com relacionamentos, algumas barreiras como a timidez eu já venci, mas ainda assim tenho outros problemas, acho melhor tratar disso em um outro post.
Enfim, acho q já escrevi bastante, n espero q este post tenha muita atenção, afinal, outra característica minha é o pessimismo e sempre acredito q o pior vai acontecer, especialmente cmg, e além disso, é de madrugada, n sei se tem muita gente q fica aqui no Reddit de madrugada. Agradeço a quem leu até aqui e se quiser, pode comentar qualquer coisa aí, até mesmo uma ofensa gratuita pra eu rir (sim, eu acho engraçado piada de ofensa gratuita) e bem, é isso... Fiquem com Deus!
Agora irei aproveitar as minhas últimas horas como um garoto de 16 anos com psicológico fudido e q fica vendo shitpost na internet pra esconder as mágoas da vida.
Até a próxima, pessoal!
submitted by GabrielCy54 to desabafos [link] [comments]


2020.05.06 16:50 Swizzlestick_pt Isto vale a pena ? (longo)

Post de pedido de opinião mas também de desabafo.
Sempre fui de longe a pessoa mais poupada que conheço mas escolhi uma area profissional um bocado instável/mal paga. Há dois ou três anos comecei-me a interessar por FIRE ou pelo menos liberdade financeira e finanças pessoais. Começou a ser quase um hobby a consumir-me horas por semana a ler e a ver videos e podcasts sobre o assunto.
Trabalho e poupo mais ou menos consistentemente desde os 21. Tenho agora 32 anos e a grande maioria das minhas poupanças numa conta a prazo que acaba este ano, uns 15k €. Com juros miseráveis, claro.
Comecei no ano passado um trabalho mais "estável", dentro do possível, não sendo freelancer nem recibos verdes nem nada disso. Não ganho "bem" mas ganho ligeiramente abaixo do ordenado médio em Portugal. Á volta dos 900 € líquidos por mês.
Tenho uma "side hustle" que vou tentando fazer, em 2019 rendeu-me quase 1500€ líquidos. Mesmo antes do covid estaria muito muito longe de ser financeiramente viável como trabalho.
Não tenho créditos nenhuns, divido casa com uma amiga por cerca de 300 € por mês com contas incluídas, cozinho muito, consigo ir trabalhar de bicicleta e como tal não preciso de carro nem dos custos que isso traz. Débitos directos só o telemovel que nem chega a 15 por mês, ginásio e netflix (dividido).
Num mês normal em que não tenha de comprar ou arranjar nada, consultas, algum aniversário de amigos ou assim que vá sair, poupo uns 300€. 900 de ordenado, menos 300 de renda, menos 300 de cost of living. Não vejo onde possa poupar mais sem ir viver debaixo da ponte a comer arroz branco.
Isto sem namorada, dependentes, créditos, nada. E sem contar com calamidades como agora o covid.
Ando há anos a fazer esta educação financeira e esforço de poupar o máximo e etc mas começo a pensar, será que vale a pena ?
A minha pergunta é, como é que as pessoas fazem ? Toda a gente ganha 1500€ por mês ? E compram carros e casas e têm filhos e seguros e subscrições e vão de férias? E ainda sobra para pensarem em independência financeira ou pelo menos adiantar idade de reforma e investir ? ... toda a gente à minha volta é super relaxada com dinheiro e presta 0 atenção a isto.
Certificados de aforro ? não, e se preciso do dinheiro ? PPR? não, sei lá se estou vivo aos 60. Stock Market? isso é muito arriscado. Imobiliário? As casas são muito caras.
Como ?
Comecei a ver o que faria quando a conta a prazo acabasse no fim deste ano. Com poupanças até lá vamos imaginar que tenho 20 mil.
A minha primeira ideia (antes do covid) foi imobiliário, "house hacking".
Comprar um T2 algures em Lisboa, na casa dos 140/150 mil. Pronto para habitar ou quase. Viver num quarto e alugar o outro por 300 ou 350.
Simulação rápida no idealista.pt para uma casa de 140 mil com entrada de 20 mil. Taxa fixa a 2%, 40 anos. 375€ por mês. Nada mal, em vez de pagar renda estou a meter os 300€ mensais numa casa minha, e a renda serve como segurança extra, talvez ir juntando para adiantar os juros passado uns anos.
Entretanto descubro que os "impostos e gastos" de 3000 e tal € que o simulador do idealista apresenta são extremamente conservadores e têm de ser pagos antes, não acrescentados ao crédito. Falo com amigos que gastaram entre 5 a 25 mil € só no processo de pedir crédito habitação! Lá se vai o meu depósito.
Em tempos normais isto só atrasaria o processo um ano ou dois mas agora com o covid a oferta de arrendamento vai disparar e a procura descer ou com sorte manter-se durante uns meses ou anos.
Depois investigo PPRs. Beneficios à entrada vs à saída. Capital garantido a 3 e tal % na Lusitania ou não garantido no Alves Ribeiro a 7 e tal ‰. Interessante.
No entanto, segundo esta thread, continua a não compensar em relação a ETFs de acumulação e com muito menos liquidez e mais burocracia.
Compra de stocks com dividendos altos na Trading212 por ex. Interessante também mas fiscalmente pouco eficiente porque depois tenho de pagar 28% sobre os lucros todos os anos.
Etf's na GoBulling, por ter melhor feedback e ter ligeiramente melhor segurança do que a DeGiro. Só mais 3€ por compra. Tudo bem, em vez de comprar todos os meses, compro de 6 em 6 meses para não pagar tantos custos.
Ignorando os 5€ de cada compra e os 28% de irs ao resgatar, se metesse os 20k lá e assumindo uma taxa de juro modesta de 5%, com reforços semestrais de 1200 durante 20 anos: €136,802 E nessa altura já teria 52 anos... e 130 mil nem chega para a regra dos 4‰ se quisesse levantar 1000 por mês.
Atenção, isto é tudo válido e eu sei que ter mais alguma coisa, seja lá quanto for, é melhor que não ter. Mas não sei se a educação financeira e o nível de conforto no futuro sobem na mesma relação, espero que me esteja a fazer entender.
Digam o que acham disto tudo, saiu ainda mais longo do que estava à espera mas pode ser que alguns de vocês concordem e tenham opiniões semelhantes.
Edit
Edit
Edit
Bom vocês são impecáveis, acho que nunca tive um post no Reddit com tantas respostas bem elaboradas e constructivas.
Amanhã no computador respondo a todos mas agora rapidamente no telefone vou só responder aqui a duas questões que apareceram várias vezes:
Emigrar: Não o mencionei no post porque não aquecia nem arrefecia mas eu vivi em Inglaterra 5 anos. Apesar de ganhar muito mais o custo de vida quase que acompanhava. Durante boa parte do tempo metade do que ganhava ia logo para renda. O passe de transportes públicos anda à volta das £150 por mês. Decidi que nem pessoalmente nem financeiramente valia a pena. A savings rate é quase a mesma cá e pelo menos os dias têm mais do que 3 horas.
Namorada: Bom espero não ter dado a entender que a razão pela qual sou solteiro é só porque é mais barato hehe. Não aconteceu. No entanto, e isso é todo outro post, tenho achado difícil encontrar pessoas com o mesmo objectivo. Geralmente as pessoas querem ir de férias, jantar fora etc e isso claramente é mais interessante como actividade de casal do que ficar em casa a ouvir o podcast dos bigger pockets. Como eu mencionei acima as pessoas no geral não têm interesse nisto e arranjar mulheres girlfriend material e com interesse nisto é extra difícil. Como também foi mencionado tenho parte desse benefício ao dividir a casa.
submitted by Swizzlestick_pt to financaspessoaispt [link] [comments]


2020.04.28 00:38 It_really_inst_david Sozinho

Eu não aguento mais isso, eu não aguento mais me sentir sozinho, o pior de tudo é q eu ja fui muito próximo de muitas pessoas, mas depois de tantas brigas e discussões eu acabei me afastando de todo mundo, até de quem eu nao briguei

eu converso com meus amigos todos os dias, só q tudo parece tao superficial, eu entro na call, a gente joga, fala sobre o jogo, troca umas risadas e vai dormir. Nunca passa disso, ultimamente tudo ta tao superficial, sempre que alguem tem alguma coisa de verdade pra falar eles falam no privado e sempre me deixando de lado, se fosse antigamente eu provavelmente perguntaria o que ta acontecendo, mas eu nao consigo mais, as "vozes" q falam comigo q eu chamo de minha intuição só me fazem pensar que ninguem mais é tao proximo de mim e se ninguem me fala nada deve ter um motivo.

As unicas pessoas que eu conseguia conversar alguma coisa de verdade era minha amiga "M" e meu amigo "F", só q todo mundo odeia o F, começaram a espalhar por ai que ele estuprou a ex namorada dele, o que me deixa mais puto, é que na epoca que ele namorava com ela, eu era melhor amigo dos dois, eu sei que isso nao aconteceu e inclusive se a ex dele descobrir q a amiga dela e o namorado da amiga dela estao espalhando por ai ela provavelmente ficaria muito puta com todo mundo, isso é um assunto muito serio.

Mas nao é de hoje que todo mundo odeia o "F" muitas historias passadas ja aconteceram pra as pessoas nao gostarem dele, mas eu sempre considerei uto ele, mesmo eu ja tento me desentendido varias vezes com ele, eu sei q no fundo ele se importa comigo, e eu me importo com ele, eu nao consigo deixar ele sozinho que nem todos os outros que um dia ja se disseram amigos dele. Se nao fosse ele e esse reddit eu provavelmente ja teria feito alguma merda em alguma crise.
E a amiga "M" a... ela... o que falar dela, ela é muito importante pra mim, eu inclusive acho que ela nao sabe disso, algo me diz que ele sempre acha que eu estou mentindo quando falo que eu gosto MUITO dela, eu ja achei gostar dela (no outro sentido), mas eu nao sei diferenciar meu sentimentos, eu nao sei me entender, e eu me odeio por isso, eu me expressei muito errado no tempo todo que eu conversei com ela, as vezes falando pra ela que eu gostava dela dessa maneira, e depois desmentindo, mas eu nao sabia oq passava na minha cabeça, muito menos no meu coração.
Mas tinha um problema, ela namora, mas a eu consegui me enganar achando q talvez um dia ia dar certo, e depois de algumas brigas que aconteram, o namorado dela mandou ela nunca mais falar comigo se nao ele ia terminar com ela, e... ela me tirou de qualquer rede social e apagou nossa foto no instagram, isso pra mim foi um shok muito grande, foi nesse dia em diante que eu percebi q nao, eu nao gostava dela nesse sentido, mas ela é MUITO importante pra mim, e eu percebi isso quando eu parei de falar com ela por um tempo.
Quando eu parei de falar com ela todo dia, eu me senti muito sozinho, ela sabia me entender, e eu consiguia me expressar pra ela, eu me sentia livre pra falar o que eu sentia, eu na verdade nao gostava dela nesse sentido, eu apenas vi nela uma coisa que eu ja tive muito, e nao tinha mais, alguem, eu estava a muito tempo sem ninguem, tudo com meus amigos ja estava estranho, nada era a mesma coisa, e ela foi alguem que eu consegui falar dos meu problemas, e isso fez eu me entender melhor, eu sempre precisei de alguem pra falar as coisa que eu sentia, eu nao aguento guardar tudo isso pra mim.

Mas o maior problema foi depois do dia que ela me "bloqueou" da vida dela, depois desse dia eu me senti muito inseguro pra voltar a falar as coisas com ela, eu senti que tava tudo estranho, ela me pediu desculpas e voltou a falar comigo, só q mesmo assim, é mais forte que eu, eu sempre quis acreditar q eu era realmente importante, mas depois disso eu nao consegui mais.
E agora eu me econtro, eu nao falo mais com a "M", e nao falo muito mais com o "F", e isso ta me matando por dentro, eu tenho raiva dos meus outros amigos, eles me julgam tanto por falar com a "M" e com o "F", mas quando eu paro de falar com os dois eu fico sem ninguem, e eu nao suporto isso, toda vez que eu estou na call e eles mudam de call pra falar alguma coisa, eu preciso me mutar, eu tenho um leve ataque de ansiedade, as vezes eu começo a chorar e apenas volto depois, mas ninguem me pergunta o que ouve, ninguem alem do "F" e da "M" perguntam como eu me sinto, eu quero muito acreditar que todo mundo alem dois me considera tbm, só q esses casos que acontecem me fazem duvidar disso.

"L", ah... ele, eu nao sei mais, ele pelo menos eu sinto que se importa comigo, ele eu sinto que ainda é proximo de mim, mesmo ele nao perguntando como eu me sinto, ele as vezes demonstra se importar comigo, mas... eu apenas nao sei, eu gosto muito dele de verdade, mas eu tenho medo de ele ter algo contra mim.

Nos ultimos dois dias tudo tem só piorado, a unica pessoa que conversou comigo até agora foi o amigo "F", e eu nesse exato momento aconteceu, o amigo "L" inclusive e alguns outros ficam falando coisas no privado e eu me sinto cada vez mais longe, eu ja sinto que nao tenho nada mais que me prende aqui, antigamente eu nunca iria em bora, hoje eu ja tenho minhas duvidas.

nao sei quem vai ler isso, mas eu precisava desabafar, vou fazer isso mais vezes
submitted by It_really_inst_david to depression [link] [comments]


2020.04.12 07:02 borges961 Não estou tão bem quanto achei que estaria

Eu e minha ex namorada terminamos nosso namoro de 4 anos e meio faz mais ou menos um mês... Ela disse que eu era o melhor amigo dela e por isso não queria se distanciar de mim, e queria manter a amizade, afinal, antes de a gente namorar nos ja éramos melhores amigos. Porém me conhecendo eu sabia que seria muito mais difícil do que eu ja esperava... Estou no quarto ano da faculdade e digamos que ela me ajudou muito a superar meu primeiro ano... foi um período bem complicado pra mim, mas ela me ajudou a superar. Nosso namoro sempre foi muito bom, obviamente em alguns momentos tivemos desentendimentos, mas sempre superamos e seguiamos firme e fortes, até q ela me disse q ultimamente pareciamos mais amigos do que namorados... e pra mim isso pareceu uma bomba... afinal, amizade é importante dentro de um namoro... Enfim, o ponto que eu quero chegar é que ela disse não querer se distanciar e manter a amizade, mas se eu achasse melhor ficar sem conversar por um tempo pra ajudar a superar, ela entenderia. Eu resolvi continuar conversando pois sei que simplesmente parar de falar com ela seria o pior, mas ela foi falando cada vez menos comigo... Quando perguntei pra ela o pq disso, ela me disse que achou que seria o melhor pra mim, pois ela não queria me dar falsas esperanças... mas poxa... eu falei que o melhor pra mim seria continuar conversando e ela tinha concordado, até pq ela disse preferir assim... Não converso com ela faz 3 semanas e sinto uma saudade enorme... Não consigo jogar video game pq era algo q faziamos muito juntos e fico triste jogando... Não tenho vontade de conversar com mais pessoas pq me sinto entediado e o papo com ela sempre fluiu muito bem. Enfim... ta sendo muito pior do que eu esperava. Vou me dar ao luxo de escrever aqui algo que gostariade mandar pra ela.
Você nunca vai ler isso... vc nunca se interessou pelo Reddit mesmo, mas saiba que você é uma pessoa incrível e que eu tenho muito orgulho de quem você é. É de longe a pessoa mais carinhosa e mais inteligente que eu tive o prazer de conhecer. Nunca vou ter nenhum ressentimento por você... muito pelo contrário, te admiro muito, e você merece tudo de bom que tem acontecido na sua vida ultimamente. Eu ainda te amo, e não sei quando vou deixar de amar. sinto sua falta
submitted by borges961 to desabafos [link] [comments]


2020.01.30 06:27 curiosity_br Tenho muito o que dizer, mas ngm pra escutar...

Vou tentar fugir um pouco do estereótipo do jovem carente aqui... Pois bem, vou fazer 18 (março), sou bv e consequentemente nunca tive um relacionamento.
Sei os meus problemas que me fazem não ter uma namorada, mas vamos deixar isso de lado um minutinho...
Desde criança sempre me senti bem sozinho, não que eu seja isolado ou sla, até gosto da solidão, o problema é q nunca senti q as pessoas me entendiam, ou que entendia os outros... Sempre me senti um estranho, mesmo com meus amigos, as vezes sinto q não posso ser eu mesmo sabe, que tenho q dozar o meu eu...
Não gosto de conversa fiada, gosto de falar de coisas que aprendo e tal, percebo q a maioria das pessoas é o oposto, desde de sempre noto isso... Não tenho dificuldade de criar amizades, apesar de ser super tímido, mas isso sempre me incomodou o fato de parecer q todo mundo é tão diferente de mim, não consigo explicar tão bem por esse posto, mas se sentissem isso... Entenderiam q falo sério...
Não me considero uma pessoa carente, mt pelo contrário, sou do tipo que curte ficar sozinho, mas independente... Só q já to de saco cheio de não ter ngm que me ame, sabe de ter uma namorada, alguém pra se preocupar... Queria muito alguém pra escutar o que tenho a dizer, tenho tanta coisa pra falar...
Só quero uma namorada pra conversar? Não, nunca tive um relacionamento sinto falta disso, ja postei várias coisas aqui no Reddit sobre meus problemas e tal, mas nunca tinha parado pra pensar profundamente sobre a minha vida, até esse fim de semana q foi o pior.
Cheguei a conclusão de que sinto muita falta de alguém q me intenda q possa me abrir, que me de forças e me motive, que seja recíproco... Isso é carência?
Sinceramente, mesmo se for e dai? Nunca tive uma namorada, quero uma garota inteligente que goste de falar cmg e que me ame...
Já to cansado de ficar triste e não ter ngm com quem eu possa me abrir, que me forças...
E tenho tantas assuntos que gostaria de conversar, coisas sobre ciência e teorias malucas... Por isso queria uma menina inteligente que fosse na mesma vibe que eu...
Meio q já encontrei algumas mas não deu certo, agora tenho o número de 2 no wapp, pena que uma meio q só me usa pra dar risada, e a outra conversa de boa e vácuo conversa de boa e vácuo... Já cansei disso
Só queria alguém que gostasse de mim e me aceitasse, sou super tímido, mas tenho qualidades que valem a pena eu sei, tem cada cara q nem acredito q namora, pq não poso achar alguém legal né
Vi uma frase que reflete muito o que sinto no momento "'Quando eu me sento sozinho me conheço um pouco mais. Mas preciso de mais do que eu mesmo dessa vez"
Já to cansado de passar por dias ruins sozinho, sem ngm pra me dar apoio... No fim de semana foi o que senti, precisava de alguém pra me fazer esquecer das minhas tristezas, nem q fosse por um segundo...
Enfim, espero que não pareça muito idiota esse texto, mas é o que eu sinto no fundo do meu coraçao....
Pq não tenho arrumo uma? Não me importo com beleza, mas gosto de garotas inteligentes, 95% são muito sem assunto, acho chatas... Não saio de casa, pq? Moro na roça, e não tenho jeito de sair... E sou muito tímido,
Mas quero achar uma menina q eu goste de vdd, e que goste de mim, se isso acontecesse, ia dobrar o mundo pra que desse certo.
Não me mandem ficar no estudo ou sla, isso não vai me ajudar no momento, não ja resolver nada, e o fato de sla, alguma mulher se interessar por mim se fosse rico... Sem comentários, isso não me ajuda.
submitted by curiosity_br to desabafos [link] [comments]


2020.01.04 21:39 JuniorCarmo Preciso de ajuda psicológica sobre relacionamento.

Vou contar a minha história e a quem interessar eu gostaria de alguma opinião sobre o assunto. Talvez fique grande mas espero que leiam.
Tudo começou no 2° ano do ensino médio quando nos primeiros dias de aula eu conheci a minha futura namorada. Vivemos quase 5 anos juntos e nos finalmentes do relacionamento até moramos juntos com o meu pai.
Eu amo muito ela e ela sempre me amou muito! Ela sempre correu atras de mim quando havia alguma briga e vendo como foi o meu relacionamento com ela, vi que nunca dei tanto valor assim. Geralmente só se dá valor quando se perde, não é mesmo?
Com mais ou menos 2 anos de relacionamento e algumas brigas infantis de um casal jovem de apenas 18 anos de idade, nós tivemos a primeira briga séria onde nos separamos por mais ou menos um mês. Antes de se separar, nós sempre saíamos nos finais de semana com alguns amigos meu, e teve um em especial, que íamos na casa dele, no quarto dele, esperar ele se arrumar para podermos sair ( Eu, minha namorada e um amigo ). Nós íamos no cinema, pastelarias e afins, apenas para dar umas voltas e etc. Quando eu e minha namorada nos separamos por mais ou menos 1 mês, resolvi tentar voltar com o nosso relacionamento, foi quando ela me contou que havia saído com ele e ficado com ele uma vez. Ele era meu amigo a mais de 10 anos! Nesse meio tempo que eu fiquei separado, também saí com uma amiga minha, fiquei algumas vezes mas optei por voltar com o meu relacionamento. Ela aceitou voltar comigo, pedi que ela bloqueasse esse amigo com quem ela ficou, com medo de que continuassem conversando e etc. E ela pediu que eu bloqueasse a menina com quem eu fiquei e tentamos seguir a nossa vida.
Depois de um tempo morando junto com a minha namorada e com algumas brigas infantis, brigamos sério novamente e nos separamos de novo por mais de um mês e ela saiu da minha casa e voltou pra casa da mãe dela. Como nós morávamos com o meu pai junto, sempre tivemos muito conflito, ela nunca gostou do meu pai e creio eu que ele foi 50% do stress do nosso relacionamento. Após mais ou menos 1 mês separado, eu novamente tentei voltar com ela e bomba! Descobri que ela estava namorando com aquele mesmo "amigo" meu de 10 anos atras, e que haviam conversado a mais ou menos 2 anos atras.
Fiz de tudo para tentar voltar, eu tentei conversar com ela de todas as formas, segui ela quando vi ela andando de carro, fui na casa dela de madrugada enquanto ela dormia para tentar conversar, me humilhei, me cortei, tomei mais de 30 remédios e quase me joguei de moto na frente de alguns caminhões na estrada. Foi uma depressão terrível. E não teve jeito, ela vai continuar com ele.
Acredito que ela não sofreu com o nosso término de relacionamento, foram quase 5 anos junto, eu tive MUITO apego emocional e não consigo acreditar como ela foi capaz de ficar com ele em tão pouco tempo. Descobri que ela já havia chamado ele novamente 1 semana após o término comigo. Não sei se ela está fazendo de propósito para tentar me machucar, se está tentando me esquecer dessa forma. O que ela fez comigo é imperdoável, falta de respeito total e falta de consideração comigo.
Nas vezes que eu tentei cometer suicídio, cortando os pulsos, tomando remédio e quando eu havia dito que ia me jogar na frente de um caminhão, ela fazia questão de vir pessoalmente falar comigo e falava que não era pra fazer isso e etc. Ela disse que se importa muito comigo e me quer bem, mas eu não consigo entender porque ela ficou com outro cara tão rápido, porque jogar no lixo quase 5 anos tão rápido e tão fria.
Já tive uma consulta com um psicólogo no seu consultório, porém, ainda não estou bem, preciso esperar para ter a próxima consulta, por isso vim até o reddit pedir a opinião de psicólogos e de pessoas que já tiveram experiencia com isso. Eu amo muito ela, todos os dias eu penso muito nela. Ela já me bloqueou de todas as redes sociais, portando não consigo stalkear, por mais que isso vá me machucar muito, eu tenho vontade!!! Eu acredito que estou com depressão. Eu não consigo dormir a noite, se eu acordar no meio da madrugada, fico pensando nela de forma involuntária e não consigo mais dormir, fico pensando em toda a intimidade que eu tinha com ela, e agora outro homem fazendo o que eu fazia com ela. Imagino ela fazendo sexo com o cara, só fico com pensamento ruim e meus dias estão sendo longos e terríveis. Eu sinto um vazio ENORME no peito, um gelo. Eu não consigo comer e nem tomar água, realmente não sinto fome, porém, eu tento empurrar comida e água. Parece que meu estomago diminuiu.

Alguém que já passou por isso tem alguma dica mágica que ninguém fala? Algum conselho? estou sofrendo muito, e sofro muito mais sabendo que ela não sofreu com isso. sabendo que ela já tem outro e eu estou aqui, afundado no limbo do sofrimento. Obrigado quem leu tudo.
submitted by JuniorCarmo to desabafos [link] [comments]


2019.12.24 13:41 Multi-Skin Todo dia alguém vem e abre minha caixa de correios a força, levando contas e dívidas, semana passada fiz uma armadilha e a pessoa se feriu, sangrou, mas a caixa estava aberta de novo uns dias depois

26/12 RESULTADO: Consegui o endereço, placa do carro e vídeo/foto do fdp da caixa de correios.
BACKSTORY:
Moro em uma casa que é da minha família, porém depois de alguns acontecidos nós alugamos a mesma e em seguida voltei a morar na casa.O problema foi que quem passou os 2 anos lá não pagou NENHUMA conta que não terminasse em corte de luz e água, ainda sim atrasavam 3 meses o aluguel e viviam quebrando outras normas de contrato da imobiliária.
Depois desses 2 anos a família simplesmente sumiu, deixou tudo completamente destruído e uma dívida de mais de 10k com todo tipo de serviço.
Entramos com um processo e até que depois de muito tempo o negócio andou com muita complicação já que eles não tinham endereço fixo, a família realmente fazia isso faz décadas, um nojo de povo.
O que acontece é que desde que eles saíram eu ainda recebo cobranças e mais cobranças em nome deles e todo mês levo para o fórum onde o processo foi depurado para que eles lidem com o mesmo, já que a mulher simplesmente sumiu do mapa e não tem pra onde mandar nenhuma cobrança (pelo menos se queimaram no mercado público, não conseguem comprar um grão de arroz com qualquer cartão sem a polícia saber). Creio que ela não mudou os endereços para não apontar pra onde ela mora.
Ocorrido:
A mais um menos um ano me parece que a pessoa, provavelmente a mulher que possui o nome da maioria das cobranças, está vindo diariamente pra ver se há contas/cobranças e pegando-as. No começo eu achei que estava doido ou que o vento estava abrindo a portinha da caixa, então resolvi trancar.No dia seguinte quebraram a fechadura da caixa e eu tive que deixar encostado a partir dai. Sempre que eu bobeava lá estava a portinha aparecendo aberta e nenhuma carta dentro ( antes disso tudo a caixa vivia cheia de contas dessa pessoa).
Percebi que estavam levando não só as dívidas dela, mas minhas cartas pessoais também e resolvi agir.

Gambiarra inicial:
Fiz uma estrutura interna com um tipo de plástico resistente, não era possível pegar nenhuma carta sem estar do lado de dentro do portão e saber onde mexer em tal estrutura para abrir.
Durou 1 semana funcionando perfeitamente, porém a mesma apareceu quebrada, com marcas de alicate, e a caixa um pouco amassada, mas vazia.

Gambiarra final:
Umas duas semanas atrás refiz a estrutura, dessa vez mais forte e forrei o lado interno da portinha e da estrutura com navalhas de estilete de precisão. Fui trabalhar e quando voltei lá estava a caixa aberta, com as cartas dentro, mas a portinha toda cheia de sangue. Peguei as cartas com cuidado e passei uma água pra limpar.

Situação atual:
No começo da semana passada, chegando em casa vejo que abriram a caixa pela parte da frente na base da força bruta. Acho que usaram alicate e outras coisas pra abrir a entrada de forma que desse pra passar uma mão bem tranquilo.
Dei meia volta, passei em uma loja "tem de tudo", comprei uma nova e instalei.
Eu to tão puto com a cara de pau da pessoa e a situação que ela precisa passar por ser filha da puta e negligente com todas as contas que eu resolvi tirar a semana de folga (eu tenho uns dias sobrando e a empresa está devagar) só pra pegar a filha da puta em ação. Coloquei a mesinha do pc aqui perto da janela que dá pro portão da frente e colei sinos de coleira de gatos (meus gatos nunca curtiram, então sempre deixei separado) na parte de dentro da caixa, também tô com o celular gravando.
Eu VOU pegar essa pessoa hoje.
Edit 14:00 : nada ainda. E gente, pfv parem de falar que vou tomar processo e tal. Essa mulher e a família estão a anos dando golpe e negligenciando processos. A última coisa que eles vão querer é ir até a justiça pra reclamar de um corte na mão quando todos eles podem ser presos. Mesmo que eu tome um processo o valor acumulado que ela me deve e o processo por roubo de correspondências cobrem com folga demais qualquer processo de dano menor.
O portão é longe da porta e os muros são em grade, então não há muito o que fazer em relação as correspondências que chegam.
Não há armadilha ou coisa nenhuma agora e também não haverá mais, o que foi feito foi apenas para negar o roubo, mas como não funcionou então não tem por que eu passar dos limites.
Já entrei em contato com meu advogado e abri um BO. Ele me recomendou a não publicar fotos, vídeos ou nomes, mas se por um acaso algum amigo meu , que mora na Rússia em uma rua muitíssimo parecida e com uma caixa de correio do mesmo tipo, gravar uma situação dessa bem semelhante e com a pessoa borrada eu aviso vcs pq não tem problema ;)
Ah, acabei de comprar uns 10 Trackers baratinhos no AliExpress, devem chegar no final de janeiro em um endereço de um amigo. Vou colocar dentro de umas cartas minhas, então não tem mais escapatória pra essa pessoa não. Por mim eu colocava dentro das cartas dela, mas aí já é outro crime e não quero passar dos limites.
Edit 18:20 :
Nada, to derretendo de tédio aqui.
To reparando a entrada da caixa antiga e vou reinstalar, pode não ter nada a ver, mas vai que a caixa nova foi uma rede flag mt forte pra pessoa.
Eu tô é achando que bem capaz da fdp ter ido aproveitar o Natal, mas essa negatividade é fruto dessas horas todas esperando.

Edit 21:00 :
Ugh, to de saco cheio, já passou do horário habitual. A única coisa de diferente é que parou um carro bem na frente do portão e saiu em seguida.
Acho que hoje e amanhã não vão render nada, tenho fé na quinta mesmo. Será que os correios trabalham entre natal e ano novo? Se não eu to aqui de bobeira.

Edit 25/12 :
Nada. Assim que acontecer algo eu crio um novo post e edito aqui pra deixar linkado.
Tô bem de saco cheio de "ai, era só colocar uma câmera", como se eu tivesse obrigação de gastar a mais pra ter algo que não irá nem pegar a fdp. O que que adianta eu ir instalar um sistema de câmeras se ela não aparecer mais depois que eu troquei a caixa de correios? Eu preciso ter certeza que ela tá vindo, deixar bem a vontade pra poder pegar no flagra.

Edit pessoal:
Sabe, é meio deprimente pensar que eu to aqui fazendo isso por conta de uma pessoa/família fdp e eu nem tenho um pensamento de "eu podia estar com minha família/amigos /namorada" pois meu ano terminou de forma horrível e agora as coisas estão bem solitárias.
submitted by Multi-Skin to brasil [link] [comments]


2019.11.29 18:06 desabafo4774 Sou um traidor e não consigo me perdoar.

Título. Obrigatório perdão textao, mas eu preciso te dar o contexto, já que eu nunca dei o contexto pra ninguém.
Tenho 20 anos, masculino, depois dos 16 me tornei uma pessoa relativamente atraente mas sempre fui muito tímido com o sexo oposto quanto a flerte. Namorei uma garota dos 16 aos 19, que chamaremos ficticiamente de Carol. Esse foi um período de bastange desenvolvimento sexual da minha parte, que até então só havia namorado a distância e nunca chamado uma garota pra sair. A Carol era ainda mais tímida que eu, então nós éramos amigos antes de ter algum desenvolvimento amoroso.
Acho que era início de 2016 quando uma amiga que eu considerava atraente começou a dar em cima de mim. Sempre que estávamos sozinhos ela me olhava vorazmente, esbarrava com a mão no meu corpo, etc. Eu ficava simplesmente louco, até que em um momento não resisti e ficamos. Mais tarde, isso me consumiu de culpa, pois eu ainda gostava da minha namorada mas a simples ideia de ser sincero com ela e contar a verdade me congelava. Eu não queria fazer isso, então omiti. Ainda assim, eu ainda sabia o que tinha acontecido, e era real comigo mesmo: eu ainda sentia vontade de ficar com outras pessoas. Provavelmente por questões que discuti na terapia, eu sempre fui frustrado com minha "incompetência romântica". Sempre quis provar pra eu mesmo que eu consigo flertar, seduzir e ficar com alguma garota, e sempre fui péssimo nisso. Foi então que um conceito me foi introduzido à mente: relacionamentos abertos.
A partir daí, eu comecei um processo feio de racionalização, sugerindo a ideia à minha namorada. Eu sempre fui inteligente e bom em lógica e argumentação, então falava de coisas como o ciúme sendo algo ruim, implantado culturalmente e plantado na noção de propriedade. Hoje em dia tenho outras perspectivas sobre a questão, mas na época eu era bem convincente. Eu não era insistente (até onde me recordo, mas sou enviesado, né?) e mesmo assim depois de alguns meses ela me disse que toparia experimentar. Poderíamos ficar, mas não transar com outras pessoas.
Ainda dentro desse acordo, um tempo depois eu traí ela de novo, com essa mesma garota. Obviamente eu omiti, mas a culpa claramente afetava como eu me relacionava com ela. Eu era meio distante, me sentia incapaz de me aproximar se não pudesse ser sincero sobre o que sentia desde o início. Honestidade, por mais controverso que soe, sempre foi um valor de enorme peso para mim, então era como se eu não conseguisse ser eu, de verdade, com ela. Apenas uma fração, e era isso. Eu a traí ocasionalmente umas outras 3 vezes, e sempre me sentia um bosta depois. Ainda assim, namoramos por todo esse tempo, Mesmo que por esse canal de existência limitado, eu me conectei com ela de verdade.
Foi mais ou menos um mês antes do término que descobri que meu pai havia traído minha mãe. Aí foi a vez da projeção, que garantiu que eu ficasse furioso com meu pai. O que eu mais queria era que ele contasse pra ela, mesmo que isso significasse o fim do casamento deles. Acontece que a situação deles é bem diferente da minha, mas eu estava furioso comigo mesmo. Sabe, até pouco eu nunca havia contado isso a NINGUÉM, nem pra analista. Eu não me gabava para amigos. Para amantes. Eu só vivia com meu segredo longe do resto do mundo, me odiava por isso. Já fiquei bem deprimido em alguns dias, mas nada grave. Nesse tempo da traição, porém, eu não aguentei. Como eu fazia terapia, acho que eu inconscientemente sacava o que estava acontecendo, mesmo sem admitir pra analista, então simplesmente decidi terminar. Eu estava distante demais, não suportava ficar perto dela. Passei na faculdade pra outro estado, e hoje faz uns 10 meses que terminamos, sob o argumento de que a distância estava insuportável. Nunca pus à mesa o meu lado, que era a causa da distância, e foi isso.
Todo esse tempo na faculdade, com garotas obviamente dando em cima de mim, eu nunca consegui me dispor a flertar com nenhuma. Nem mesmo nas grandes festas que fui, só dancei e fiquei com alguns guris, mesmo que sem muita vontade. Esses dias tive uma aula que me lembrou dela e da terapia e percebi que eu ainda amava ela. Hoje ela tá a 600 km de distância, então eu liguei pra ela pra saber como ela tava e ela disse que estava como eu, mesmo reconhecendo que existiu um motivo pelo qual terminamos, e que não dava pra esquecer disso.
Sabe, não acho que eu vá voltar com ela, afinal não quero um relacionamento à distância e ela vai fazer faculdade lá, mas vou pra lá no próximo fim de semana e me pergunto muito se deveria contar a verdade sobre o que acontecia no nosso relacionamento. Do lado de não contar, penso que causaria um sofrimento desnecessário a ela. Do lado de contar, penso que ela merece a verdade, pois valorizo a honestidade, e talvez ajude ambos a superar o término. A realidade é que da perspectiva dela simplesmente nos afastamos sem motivo até terminar, enquanto da minha a culpa me corroeu até eu não aguentar mais. Até hoje não consigo me perdoar, e nem sei o que fazer com todos esses sentimentos. Eu sofri o suficiente pra perceber que minhas próximas relações tem que ser construídas em cima da honestidade para que eu não sofra, mas mal consigo construir novas relações. As vezes me dá vontade de voltar para a casa dos meus pais, implorar pelo perdão dela e não jogar fora a única conexão significativa que tive com uma guria além de minha mãe.
É foda, Reddit. Eu me sinto o vilão, e que pra qualquer vilão tem perdão, menos pra mim e pros meus pecados.
submitted by desabafo4774 to desabafos [link] [comments]


2019.08.10 22:17 paprikk Dois anos atrás eu fiz uma post pedindo ajuda sobre sair dos EUA pra morar no Brasil. Disseram que era má ideia, disseram que eu tava errado, isso e aquilo. Mas eu fui igual.

https://www.reddit.com/IWantOut/comments/6loaqg/moving_back_to_brazil_what_to_do_with_my_us_bank/djvwk12
Tecnicamente não sou "foreigner" mas me parece ser uma flair apropriada devido ao contexto. Sou duplo cidadão dos dois países. Morei no Brasil até os 14 e depois nos EUA até os 25, sempre visitando a família no Brasil todo ano. Aos 25, há dois anos atrás, eu fiz essa thread no /IWantOut, um subreddit pra pessoas que querem sair do seu país. Eu acabei deletando a thread mas a princípio era uma thread inocente, sobre conta de banco. Mas acabou virando uma pequena discussão sobre porque eu queria fazer esse sacrilégio, de sair dos EUA pra ir pro Brasil, sendo que há milhões de pessoas que adorariam poder fazer o contrário.
Falaram que eu tava errado. Falaram que o Brasil não funciona. Falaram que o Brasil é violento. Falaram que eu deveria sair de Chicago e tentar a vida em outro lugar nos EUA, tipo Califórnia. Até teve um exímio cidadão que ofereceu de pedir pra um amigo brasileiro dele que mora na Califórnia se ele teria espaço pra mim ficar lá por um tempo. Mas eu ignorei todas essas coisas, e fui pro Brasil de mala e cuia.
Morei aí esses últimos dois anos, em Porto Alegre e Canoas. Consegui um bico bom imediatamente (tinha ficado mais de 6 meses desempregado nos EUA, sem fazer nada e sem conseguir emprego), e 10 meses depois um emprego bom pro nível do Brasil. Claro, eu ganhava quase 4x menos que ganhava nos EUA, se for converter real pra dólar. Mas faz parte. Foi uma pena não ter podido converter meu bico em trabalho, porque daí sim realmente iria ganhar bem. Eu era professor particular de inglês, mas nunca consegui alunos suficientes pra realmente ganhar um salário mensal razoável.
Não fui assaltado nenhuma vez esses dois anos. E olha que eu era vida louca hein. No começo eu era preocupadaço, não queria nem sair com o celular na rua com medo de ser assaltado e levarem ele. Trouxe dos EUA um Google Pixel, não existe esse modelo no Brasil. Inclusive depois de alguns meses gastei R$400 num celular mais vagabundinho pra entregar pro ladrão. Mas depois de um tempo eu comecei a me soltar e fazer loucuradas. Tipo voltar da Arena depois da meia noite de trem até o Centro de POA (o que é relativamente seguro), e depois caminhar 15 minutos do Centro de POA até o apartamento do meu pai por preguiça de pagar um táxi (o que definitivamente não é seguro). Fiz isso acho que umas três vezes. Outra vez no verão eu saí do trabalho no Centro de POA lá pelas 6:30 da tarde e fiquei com o celular na mão caçando Pokemon, entrando em umas rua que eu nem conhecia nem jamais tinha caminhado antes. É engraçado que isso é muito aleatório. Eu caminhava todo dia no Centro de POA por causa do trabalho. Meu primo mora em Canoas e quase nunca vai pra POA, quem dirá caminhar lá. E um dia foi assaltado no Centro de POA entregando panfleto.
Paguei caro num ingresso de segunda mão (eu era sócio, mas não fui um dos felizardos de poder comprar online) e arranjei uma caravana de torcedores pra ir pra Buenos Aires ver o Grêmio ser campeão da Libertadores. Mais de 20 horas de ônibus, pra passar a tarde lá e imediatamente depois do jogo encarar outras 20 horas de ônibus. É um grande avanço comparado com como eu fazia quando morava nos EUA, assistir o Grêmio ser eliminado através de uns stream piratão com a qualidade ruim que travam a cada 5 minutos. Também fui pra Buenos Aires de avião ver River e Grêmio ano passado, mas esse não deu tão certo.
Enfrentei a burocracia. Na thread falaram que no Brasil as coisas não funcionam, mas eu não me incomodei muito com isso. Okay, perdi um pouco de tempo e dinheiro pra converter a carteira de motorista americana pra brasileira. E tive que fazer um exame de admissão e exame de demissão quando consegui meu emprego, ques papagaiadas são essas? E o exame psicotécnico pra carteira de motorista então nem me fala, como que isso existe?? Mas enfim, não me incomodei muito com essas coisas. Talvez me incomodaria mais com esses negócio de burocracia se eu fosse empreendedor e quisesse montar um negócio, sei lá. Mas eu tenho um bom amigo no Brasil que fez isso, inclusive começou no auge da crise, e tá se dando bem aí.
Saí com muitas gurias interessantes pelo Tinder, inclusive uma que virou minha namorada e mesmo depois de terminar continuou sendo uma ótima amiga. Tu acha que isso aconteceria em qualquer lugar dos EUA? Nem sonhando haha.
Reencontrei vários amigos e a família, e inclusive conheci bons amigos novos. Em compensação me distanciei dos meus bons amigos de Chicago, mas faz parte. E realmente, nesse quesito eu tava certo sobre a cultura. É mais fácil pegar um brasileiro e fazer amizade do que pegar um americano e fazer amizade.
Comi muita pizza. Fui em mais de 30 pizzarias de rodízios nesses dois anos, em várias cidades e inclusive dois estados. A melhor de todas é disparado a Nono Ludovico. Depois que eu conheci esse lugar eu ia uma vez por mês, às vezes até mais, mesmo sendo um pouco longinho de casa. Se algum de vocês tiver em Porto Alegre e gostar de pizza, se esforça pra ir lá. Eu realmente tenho 1000% de certeza que eu poderia ir pra qualquer outros país, viajar pra onde eu quiser, e jamais encontraria um restaurante melhor. De qualquer forma, Porto Alegre tá de parabéns, agora Florianópolis e Bento Gonçalves são uma tristeza. Não sabem fazer rodízio.
Enfim, essa foi minha pequena historinha da minha passada pelo Brasil. Apesar de tudo que me disseram naquela thread, eu fui igual, e no fim não me arrependo nem um pouco. Foi uma experiência muito boa. No final das contas, eu também acabei enjoando de morar no Brasil, então não moro mais aí. Mas igual eu tava certo de ter ido. E se as únicas duas opções fossem morar nos EUA ou morar no Brasil, eu voltaria pro Brasil sem pensar duas vezes. Mas talvez experimentaria um lugar diferente agora tipo Rio, São Paulo, ou o Norte/Nordeste.
P.S. esse post é a minha experiência. Eu não estou tentando dizer que o Brasil não é violento ou que ele não está/estava em recessão. Nem estou tentando incentivar outros brasileiros que moram no exterior a voltarem pro seu país. Só estou afirmando que pra mim foi a escolha correta ter voltado, por mais que me falaram que não seria.
submitted by paprikk to brasil [link] [comments]


2019.06.05 04:27 Dentito Meu estilo de vida me impede de crescer?

Boa noite pessoal tudo tranqs?
Tenho 21 anos e estou a caminho de me graduar numa faculdade federal em economia em período INTEGRAL (tarde/noite). Estudo, mas não sou aquele super aluno esforçado que deu monitorias, pesquisas e outras atividades, pois não são o meu foco. Fico com minhas notas entre 7-9, nas matérias mais difíceis entre 6-7, mas nunca reprovei nenhuma disciplina e sempre consegui levar as matérias (ainda que "surtando" de estar sobrecarregado), estar levando a faculdade a sério (na medida do possível) é uma questão de respeito com meu pai, pois ele acredita nas minhas capacidades além de estar custeando minha estadia e alimentação.
Eu saio sim, de vez em quando assisto um cineminha, vou num bar, saio com minha namorada, mas não faço nenhum hobby em particular, talvez 4 vezes no semestre vou na Lan House jogar um Cs/Apex, quando fico livre, geralmente as duas primeiras ou últimas semanas do semestre.
Acho que aí já posso pontuar um problema, eu gosto muito de jogar, muito mesmo, mas não chego a dizer que sou viciado, pois passo tranquilamente 3 meses sem jogar qualquer coisa. Então nas férias quando volto pra São Paulo, compenso tudo e começo a jogar pra cacete, não chego a varar a noite, tipo indo dormir às 5 da manhã, mas tomo meu café, olho as notícias do dia, começo minha jogatina às 13:00-17:00 descanso e faço um café da tarde, daí vou das 20:00-01:00 jogando. Alguns dias da semana nas férias eu saio com amigos ou primos, não tenho esse enorme comprometimento com jogos pelo horário. Mas eu realmente gosto demais de passar horas jogando e nenhuma atividade me satisfaz tanto quanto jogar...talvez pilotar Kart, mas só fiz isso uma vez na vida e é um esporte bem caro então nunca me incentivaram.
O ponto é que eu acho que poderia ter despendido melhor meu tempo das férias, estudando algo pro mercado de trabalho, pois a minha facul é focada no ambiente acadêmico. Poderia ter estudado um Excel mais avançado, um VBA, programação utilizada na minha área, avançar meu inglês por leitura científica (eu só vejo vídeos do YT em inglês e leio o Reddit) ou até mesmo aprender outra língua. Mas eu me recusava a usar meu tempo de férias para me ocupar com algo entediante, e só queria mesmo me entreter como sempre fiz em toda minha vida. Eu tentei estudar Excel nas férias, me dava um sono enorme e eu acabava desistindo... Eu tenho muita dificuldade em me concentrar, e na faculdade apesar do meu bom rendimento, eu sofro para ler artigos de 20 páginas (levo umas 3-4 hrs pra ler tudo).
Minha vida social vai bem, meus amigos são bacanas, minha namorada é maravilhosa, e meus pais fazem o que for possível.
O que eu sinto é que ultimamente eu tenho tomado uns choques de realidade. Fui pesquisar Trainee em bancos (Citibank/Safra/Itaú) e me interessou os benefícios... Porém o processo seletivo é rigoroso... Teste de lógica, Teste de inglês, Apresentação de projeto, entrevista. Confesso que me senti muito intimidado, me deu um desânimo pensando que nunca vou conseguir entrar em algo tão concorrido. Sim eu sei, a remuneração de 6,8k é 5% do Brasil que ganha, mas o trainee é direcionado pra galera de até uns 25 anos. Não sei se em 4 anos eu consigo atingir isso.
Sou inseguro com a minha vida adulta e a todo tempo sinto que preciso da aprovação do meu pai pra dar o passo inicial em algo. Se ele não aprova, eu com muito ceticismo e incerteza, raríssimas vezes tento.
Eu tenho muita vontade de sair do Brasil, trabalhar e morar uns anos no Canadá ou Europa. Mas não sou de TI, e não imagino outra forma de ir ao exterior pela minha área.
Parece que eu preciso levar um tombo pra me dar o desespero de correr atrás das coisas... E uma vez meu pai até mesmo falou de mim pra alguém:
"O universo pode estar desmoronando que ele vai estar quieto."
Se leu até aqui e só acha que é um "problemas de gente branca", não vou discordar de você e agradeço a sua atenção.
TL;DR O mundo adulto está batendo na porta, mas parece que eu não quero abrir. Essa é a sensação.
submitted by Dentito to brasil [link] [comments]


2019.04.04 06:23 NoRuufh Por que não consigo ser feliz sozinho?

Ola me chamo Rafael, nunca imaginei que estaria postando algo aqui no reddit e muito menos sobre o assunto que decidi falar.
Tenho 21 anos, cursei faculdade de arquitetura 6 meses depois de sair da escola e abandonei recentemente quando percebi que estava caindo em depressão profunda. Nesse tempo eu tive dois relacionamentos, um de 3 anos que começou no ensino médio e outro de 8 meses que virou o motivo de eu estar escrevendo todas essas palavras.
Nunca achei felicidade na solitude e por mais que minha ultima namorada tentasse me explicar o quão importante era nunca consegui acreditar.
Ela mudou de estado para cursar a faculdade, eu decidi ir atras, não somente por ela mas por tudo que estava envolvido (faculdade, liberdade e etc) comecei a fazer cursinho para prestar vestibular e tudo mais. Mas com o passar do tempo a saudade corroeu, ela se sentiu mal por não poder me dar a atenção que antes dava por ser um curso integral, a saudade que ela sente da família começou a pesar e começamos a ficar mal com a situação e recentemente "terminamos", não houve desfecho, não houve briga e ainda vamos conversar a respeito. Nos ainda nos amamos e deixamos isso bem claro, nos preocupamos muito um com o outro, e toda essa situação torna muito difícil uma superação, principalmente pois ainda existe esperança.
Explico toda essa situação a vocês pois me vejo infeliz buscando felicidade nas outras pessoas, meus amigos dizem que sou muito romântico e que isso vai me destruir de tanto sofrimento.
Eu não aguento mais chorar, não aguento essa dor no peito e toda essa situação e comecei a pensar sobre tomar remédios para depressão e ansiedade, eu simplesmente não consigo ter vontade de fazer nada sozinho a muito tempo (muito tempo mesmo...) e sei que tudo isso não esta certo.
Ultimamente a vontade de sumir esta cada vez mais recorrente pois me sinto infeliz e desnorteado, realmente sem saber o que fazer da vida. Frequento psicologo a um mês porem não estou sentido o efeito que deveria e amanha vou pedir pra ser encaminhado para o psiquiatra.
Realmente não sei o que fazer...
Peco desculpas por qualquer erro pois esse é meu primeiro post no fórum, e realmente agradeço a paciência de quem se dispôs a ler tudo

A história é bem mais longa do que eu consigo escrever nesse momento mas este é um resumo... tá mais pra um desabafo.
submitted by NoRuufh to desabafos [link] [comments]


João Bosco & Vinicius - Sorte É Ter Você (Carolinas) - YouTube EU NUNCA COM MINHA IRMÃZINHA E MINHA NAMORADA! - YouTube PAGUEI UMA MENINA PARA SER MINHA WEBNAMORADA POR 1 DIA ... VOCÊ SABE PORQUE O ROBIN NUNCA VAI TER UM FILME? - YouTube Você nunca mais vai tomar um fora, basta abordar ela assim! - Diego Gil BRIGAMOS FEIO COM UM YOUTUBER FAMOSO?! ( #EUNUNCA ) O PlayStation 5 que você NUNCA vai ter Nunca mande um Áudio com Criança por perto , A sinceridade deles é Demais á Nunca Vá Morar Na Casa Da Sua Namorada MINHA NAMORADA VAI TER UM BEBE NO MINECRAFT - YouTube

5 coisas que sua namorada quer, ela nunca vai ter coragem ...

  1. João Bosco & Vinicius - Sorte É Ter Você (Carolinas) - YouTube
  2. EU NUNCA COM MINHA IRMÃZINHA E MINHA NAMORADA! - YouTube
  3. PAGUEI UMA MENINA PARA SER MINHA WEBNAMORADA POR 1 DIA ...
  4. VOCÊ SABE PORQUE O ROBIN NUNCA VAI TER UM FILME? - YouTube
  5. Você nunca mais vai tomar um fora, basta abordar ela assim! - Diego Gil
  6. BRIGAMOS FEIO COM UM YOUTUBER FAMOSO?! ( #EUNUNCA )
  7. O PlayStation 5 que você NUNCA vai ter
  8. Nunca mande um Áudio com Criança por perto , A sinceridade deles é Demais á
  9. Nunca Vá Morar Na Casa Da Sua Namorada
  10. MINHA NAMORADA VAI TER UM BEBE NO MINECRAFT - YouTube

INSCREVA-SE NO CANAL Bebe da Namorada ☆ DESAFIO da PISCINA ☆ VEJA https://youtu.be/FyQpxnaW_SI ☆ CARRINHO DE CONTROLE: https://youtu.be/1IcozJtidD0... Me sigam no instagram: @ujoaozinho Codigo do uber para desconto: bqfz4sccue ⬅️(usem) ENTRE NA MINHA NETWORK (vire meu parceiro clicando no link ) http://appl... nÃo deixem de se inscrever no canal, vai ter muuuuita coisa legal! E SE TIVER UMA SUGESTÃO, É SÓ PEDIR AÍ EMBAIXO! AH, E NÃO ESQUECE DAS MINHAS REDES SOCIAS, PORQUE POSTO CONTEÚDO TODO DIA. Music video by João Bosco & Vinicius performing Sorte É Ter Você (Carolinas). (C) 2014 S4 Produções Artísticas Ltda, Universal Music Ltda FIZ UM YOUTUBER PERDER A NAMORADA E DEU MUITO RUIM - Duration: ... NUNCA BRINQUE COM ESSE OBJETO ! VEJA O QUE ACONTECEU COMIGO ! ... uma GALINHA que vai jogar ! - Duration: 4:46. ... Esse vídeo é sobre Nunca Vá Morar Na Casa Da Sua Namorada Pare de seguir o rebanho e comece sua jornada de desenvolvimento masculino. Seja um homem de alto valor, um homem de verdade. Você nunca mais vai tomar um fora, basta abordar ela assim! - Diego Gil Diego Gil. ... 2 DICAS PARA NÃO TER MEDO DE LEVAR FORAS - Duration: 7:45. Diego Mattos COACH 133,673 views. Apesar dos fãs terem literalmente assassinado o Robin, o Menino Prodígio é muito popular e certamente mereceria um filme solo. Pena que nunca vai acontecer. ... Entenda e conheça a nova versão super exclusiva do PlayStation 5 que temos certeza que você NUNCA terá. Fonte: https://bit.ly/3309qUt Gameplay de Fundo: Mirror's Edge ----- Faça agora o curso ... Quando a família inteira é analfabeta e resolve criar um grupo de whatsApp. 👩🏼👱🏻👵🏻👴🏻👲🏻👩🏼 - Duration: 1:18. Comédia Vídeos e zap 4,602,906 views 1:18