Bases de namoro lésbicas

Somos uma associação de solidariedade social, ... Prestamos acompanhamento a lésbicas, gays, ... A Casa Qui lançou as bases do seu trabalho de apoio à juventude LGBT vítima de violência doméstica e/ou expulsão de casa através do seu primeiro projeto cofinanciado. Conheça 8 aplicativos de namoro para lésbicas e bissexuais. INPC Hoje. IPCA Hoje. Taxa Selic. IGPM Hoje. CDI Hoje. Terra Chat - Bate papo inteligente na Internet Amizade, namoro, paquera, sexo e encontros Massagens eroticas com massagistas de ambos os sexos, jogo de namoro de tirar a roupa - ina acompanhante lisboa sexo com maes solteiras. Filetes de pescada panados acompanhamento: chat estrangeiros mulher procurando homens encontre amigo antonio oliveira de riva bases braga site mensagem de amor Comunidade em que mulher tem varios homens, ... Estes sites de namoro são para pessoas com 40, 50, ou 60 anos, ou ainda mais velhas. Se tem 40, 50, 60 anos ou mais (a idade varia consoante o site), os sites de namoro para pessoas maduras são os ideais para si. E não seja enganado(a) por esta designação, é ótimo conhecer pessoas mais velhas nestas plataformas. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Cedella MARLEY. MARLEY, Cedella. One Love. Martins Fontes, 2011. Sites: Jamaica: ENCONTROS CHAT, BATE-PAPO, SEXO, RELACIONAMENTOS, PAQUERA, NAMORO, 24h ONLINE. Encontre Mulheres, Homens, Héteros, Gay, Lésbicas, Casadas, Coroas, Novinhas. Depois de terminar uma relação que durou muitos anos, achei que seria muito difícil voltar a encontrar alguém. Mas depois de experimentar alguns sites de namoro, encontrei o Lovino, onde vi um site que me interessava, porque me dava sugestões com bases científicas de homens que talvez fossem compatíveis comigo. Crie um perfil genuíno e autêntico. Depois de verificar sua conta, você também terá acesso a um link de grupo WhatsApp para múmias de açúcar, papai e bebê da África do Sul e contatos 2020. Seu treinador pessoal de namoro . Sugarlove® é o seu treinador pessoal de encontros. A violência no namoro caracteriza-se por um amplo conjunto de situações que ocorre em relações de namoro heterossexuais ou homossexuais/lésbicas e que pode incluir agressões físicas, abuso psicológico e/ou verbal, ameaças, perseguição, controlo social, vitimação sexual, entre outras. Configurações de exibição de página. Sites principais e meu feed. Sites principais. Uma página em branco. Selecionar idioma e conteúdo Salvar Cancelar Redefinir ...

O dia que minha namorada me expulsou do armario

2020.07.11 20:37 darwinson-chan O dia que minha namorada me expulsou do armario

Olá lubixco, editores, papelões (ou restos deles...), possível convidado (q n deve existir pela quarentena), turma que está a ver ou ler e pspsps gatas (já que não olham mais pro luba, dêem atenção pra mim).
A história não é bem engraçada, mas talvez possa ajudar alguém ou até fazer algumas risadas... Espero que gostem!
"O dia que minha namorada me expulsou do armario sem querer"
Então para esclarecer, eu me descobri bissexual no 9 ano e comecei a namorar uma garota no médio. Nunca fui de pegar ninguém então acabou que ela foi minha primeira namorada e a unica pessoa que eu tinha beijado.
Eu e essa menina, que na época se chamava Isabele e é assim que a chamaremos aqui, tínhamos um relacionamento legal, assistiamos anime e, as vezes, íamos no shopping com algumas amigas (o que era mais uma desculpa que qualquer outra coisa, mas tudo bem). Mesmo assim ela ainda fazia algumas piadas sobre minha sexualidade, meio bifóbicas, tipo "bem que você podia ser 100% sapatao" ou "não precisa fingir ser meio hétero", enfim...
Quando tínhamos uns 2 meses de namoro, saimos em um rolê com umas amigas pro cinema. Estávamos sentadas na frente do Starbucks (ela com alguma bebida de lá e eu com a casquinha do Mc pq eu sou pão duro) enquanto as outras "compravam o ingresso" (provavelmente n queriam segurar vela ou estavam atras de algum boy).
Entao Isabele disse que tinha que conversar comigo. Ela tava meio estranha nas últimas semanas e eu já tremi na base, achando que tinha feito algo errado, que ela ia terminar comigo ou algo assim. Isso começou a me deixar meio nervosa (e eu tava meio instavel pela TPM).
Entao a Isabele falou algo tipo: "Eu nunca me senti bem comigo mesma sabe... nao me identifico muito com o meu genero..." então ela falou que estava questionando o próprio gênero (há algumas semanas ela confirmou isso). Eu falei que tudo bem, que ia gostar de qualquer jeito, que amaria elu independente do genero. Isabele disse que estava pensando também em mudar o nome e eu apoiei e taus (mas continuarei chamando elu por Isabele por pedido próprio para não expor).
Elu veio por trás para me dar um abraço, o que eu achei estranho pq como eu ainda não tinha "saido do armário" pra mt gente nao costumavamos ter essas demonstrações publicas e muitas pessoas achavam que éramos amigas. Dada a situação não me importei, NÃO É COMO SE ALGUÉM FOSSE ME RECONHECER. Então elu disse no meu ouvido...
Eu respondi que eu era bi, mas podia amar elu mesmo assim. Além disso, na minha cabeça, se eu fosse lésbica não poderia gostar delu, já que se identificaria com outro genero.
(Algumas pessoas consideram que bissexuais podem gostar apenas de dois gêneros e eu nao tinha certeza na epoca. Hoje já tenho mais certeza pois vi um vídeo de uma tiktoker que me representou( https://vm.tiktok.com/T6aeL). isso meio que me pressionava e me dava umas crises de identidade fodas. Mas tudo bem. )
Depois de uma breve discussão, que eu não lembro o q tínhamos falado, Isabele perguntou de novo, meio pra baixo meio irritade e falou que eu não podia ser bi se eu ainda gostasse delu. Eu, como a pessoa calma que sou, acabei gritando "não posso o car...valho!" E concluí "Pensei que te amar fosse o suficiente" e atraí um pouco de atenção, havia alguns grupos adolescentes próximos olhando (guarde essa informação, ela é bem importante).
Acho que elu ficou magoade com aquilo e eu me senti muito mal, mas qual o problema em eu ser bi? Além disso elu sempre soube que eu tenho muitos problemas quanto a isso e mesmo assim ao inves de ajudar com minhas crises fazia piada. Mesmo que não soubesse a real intenção, se Isabele estaria fazendo as piadas pra me acalmar ou talvez me fazer admitir ser lésbica. Enfim não sei
Anyway, eu não devia ter gritado, elu ficou brave e explodiu tb, dizendo que eu tinha preconceito com pansexuais por não me admitir ser. E do nada o assunto mudou "Aliás por que você não sai da porr* do armário, em cara***?! Não tem orgulho de sermos um casal? ".
Isabele queria muito que eu falasse pros meus pais, já tinha dito que se sentia mal em esconder isso. Os pais delu são de boa então ela contou pra elus e pediu pra manter segredo, mas eu não contei nem pra todos meus amigos. Elu queria muito se apresentar como meu namorade, mas eu sempre disse pra elu esperar e elu ficava chateadu.
Bem, até agora, Quem é o babaca? (Deixa nos coment com um * pra eu saber que está se referindo a esse momento)
Continuando: eu, que já sou chorona, naquele dia estava bem pior. Como eu sempre faço, sai correndo pro banheiro, bem clichê mas é.
Uns minutos depois a minha amiga, que vamos chamar de Ana, foi atrás de mim, me ligou. Eu tava trancada numa das cabines do banheiro, só atendi e falei que tava no banheiro e ela me achou por causa do tênis que eu tava usando, que tinha uma faixa de arco íris na sola (alias como ela viu o meu tênis sendo que eu tava na última cabine, nao sei. só espero que não seja do jeito que eu imagino).
Ela me acalmou e taus, naquele momento o que eu mais sentia não era ódio delu e sim de mim mesma, eu não tinha o porque de ter gritado, descontei nela os problemas das minhas próprias crises.
Enfim, o resto do role meio q miou né? Eu fui pra casa da Ana pq se meus pais me vissem com aquela cara iam perguntar. Eu tava digitando um textinho de desculpas quando ela me parou e mandou eu olhar o twitter no perfil de Isabele. Eu olhei e já notei de cara uma indireta: "Acho que fingir 'ser alguem que você nao é' é péssimo. Mas pior é mentir para os outros e continuar mentindo." Quem manda indireta no twitter? eu não uso muito, então não sei se é normal mas subiu o ódio de novo.
O dia não podia piorar né? Mas o problema é que a situação nao acabou aí.
Lembra que eu disse que tinham muitos adolescente lá? Então, acontece que esse shopping é perto do colégio onde eu estudo então geral vai la e entre eles estava uma aluna do colégio, vamos chama-la de Carls.
A Carls era da minha série e, como adolescente nao sabe cuidar da própria vida, não só contou pra umas amigas, como também filmou uma parte e postou no snap. Hoje me abomino por ter pintado metade do meu cabelo de vermelho pq provavelmente ela me reconheceu por isso. Sabe aquela garota que gosta de espalhar fofoca por aí e age como se não tivesse feito nada de errado? bem era a Calrs.
E como adolescente também adora uma fofoca ou jogar lenha na fogueira, de repente virou um rumor. Alguém tirou print e o negócio meio que espalhou. Lembro que naquele dia chegaram a colocar no stories do insta do colégio (o insta que é meio que um blog dos alunos do médio) uma enquete se nos shippavam ou não.
O twitter de Isabele era privado, o que talvez diminuiu o alcance, mas não o suficiente pra elu perceber o que estava acontecendo. O post foi suficiente pra confirmar que eramos nós brigando e tiraram print do post dela, então adiantou nada a conta ser privada. As pessoas das nossas séries perguntavam pra mim se era verdade, tratavam como se fosse um plot de uma série americana.
Enfim talvez esteja parecendo maior do que realmente foi mas, para dar uma ideia mais realista, boa parte do segundo do médio comentou sobre isso em algum momento (pq, por Isabele ser "diferente" e abertamente, as pessoas conheciam elu, a maioria inclusive apoiava) e alguns grupinhos de colegas que pelo menos me conheciam falaram comigo. Essa situação, por conta de alguns comentários no twitter (não muito gentis), chegou na coordenação, a orientadora foi legal, chamou a gente no fim da aula e disse que se houvesse qualquer preconceito podia falar com ela e taus. Isso tudo em uns 3 dias. A gente conversou com calma, eu ainda amava elu, mas não tinha muita certeza se deviamos voltar.
A situação chegou nos meus pais. Eu tive que explicar tudo pra eles. Não foi tão ruim, mas eu queria ter uma outra oportunidade ou sla. Fiquei de castigo por causa dos roles e por não contar, sem celular por uma semana.
Eu e elu tinhamos evitado nos falar na escola pra diminuir os boatos. Depois disso ainda não tínhamos nos perdoado totalmente, apenas evitamos. Eu fiquei com outras garotas e entao começou a quarentena (fazia pouco menos de meio ano desde todo esse role) e com isso as paranoias: Eu nunca cheguei a ficar com nenhum garoto, muito menos a namorar. Nao sei se sou pan, bi ou lésbica, até pq eu me meti numa situação em que meu companheiro se descobriu agenero no meio do relacionamento. Talvez eu seja lésbica e causei esse furdúncio pra nada?? Acho que essa situação colocou ainda mais pressão infelizmente e, sei lá, as coisas são confusas as vezes.
Semana passada Isabele me chamou no whats, conversamos e nos perdoamos devidamente e ainda sinto um sentimento por elu. Ai meu Deeeeus eu vou morrer sozinhaaa.
Enfim, espero que tenham gostado (foi mal pelo textao). Todos os que estão passando por essas crises de sexualidade, genero ou whatever, durante a quarentena, fiquem fortes, posso não ser a melhor pra dar apoio, mas tudo vai ficar bem. Desculpa pela historia longa
Beijos, =30
submitted by darwinson-chan to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 18:54 andy_laverne FUI BABACA POR TER ACEITADO?

Não sei se o post precisa de um aviso de NSFW, se precisar comentem que editarei imediatamente. (Sou paraibana, imaginem o luba com aquela voz estranha) Olá pessoas da turma feira, hoje vim compartilhar uma história para saber se fui babaca ou não. Eu tinha 13 anos e estava de férias, até que decidi entrar em um aplicativo de relacionamento com minhas amigas, era um aplicativo muito errado em que pessoas a partir de 13 anos podiam usar, baixamos porquê lá nós podiamos fazer lives e zoar com o pessoal, ninguém foi com segundas intenções. Acontece que um cara me chamou do nada porquê me achou bonita e coisas assim, sou lésbica assumida, mas decidi conversar pois poderia ser um bom amigo, na "época" eu era bem extrovertida. Se passaram literalmente um dia e ele havia me contado sobre as relações anteriores dele, de como ele foi traído, de abusos psicológicos que ele sofreu e coisas assim, ele dizia muito que a vida dele era difícil então eu sempre respondia ele pra ele não se sentir sozinho e ter alguém pra conversar quando precisasse, mas ele acabou confundindo as coisas e me pediu em namoro, fazendo vários apelos e acabei dizendo sim, eu não vi outra alternativa ali, pois eu tinha medo de que ele ficasse mal, tomo remédios para ansiedade e depressão desde esse tempo, então eu sabia mais ou menos como era e não queria que ele acabasse ficando deprimido pois mais uma garota que ele "gostava" havia o abandonado, Ele ficava o dia inteiro e a madrugada falando no meu privado, e quando eu não respondia ele dizia "você já esqueceu de mim..." Ou "Você tá me trocando" e etc, acabei em uma relação tóxica, ele pedia para eu mandar prints das minhas conversas com amigos e falava que não confiava neles (eles eram assexuais e/ou arromânticos, eu já havia explicado) dizia que eles poderiam dar em cima de mim e eu largasse ele. Um tempinho se passou e ele ficava falando que a ex dele havia mandado fotos de calcinha para homens mais velhos, ele tinha 17, dizia que elas nunca mandavam nada pra ele e que ele era corno e etc, mais uma vez ele usou um "joguinho psicológico" para me fazer mandar nudes para ele, eu tinha 13 anos. Até que um dia cansei e fingi que tava tendo uma crise de auto-estima, que tava me sentindo muito feia e que não me sentia confortável com ele tendo as fotos que mandei, fiz ele me mandar prints dele removendo todas as fotos e prometi mandar outras mais pesadas, um dia depois eu disse que estava apaixonada por outra (e realmente estava fazia tempo, hoje namoramos faz alguns meses) e bloqueei ele. Contei essa história para algumas pessoas e outras disseram que fui babaca, pois poderia ter dito não desde o início e evitado que ele ficasse mal pelo súbito bloqueio, isso ficou muito na minha mente, pois realmente poderia ter evitado tudo aquilo, pois sabia que não estava confortável e ainda sim concordei com tudo mesmo não querendo, disseram também que ele não estava errado em me pedir nudes e etc, pois a ""base de uma relação é isso"" e que eu poderia ter dito não, mas fiz pois queria. Enfim, me digam se fui babaca ou não, desculpem pelos erros e se não deu para entender.
View Poll
submitted by andy_laverne to TurmaFeira [link] [comments]


Pedido de Namoro Lesbico 02 - YouTube Namoro a distância entre elas /lésbicas Pedido de Namoro Lésbico Pedido de Namoro Lesbico 02 Lésbicas, mais lindos pedidos de namoro. LGBT - YouTube PEDIDO DE NAMORO LESBICO Lésbicas, mais lindos pedidos de namoro. LGBT p2 - YouTube Namoro lesbico PEDIDO DE NAMORO  LÉSBICAS! - YouTube PEDIDO DE NAMORO (LÉSBICO) - YouTube

Assistir Encontro Explosivo - Online Dublado e Legendado

  1. Pedido de Namoro Lesbico 02 - YouTube
  2. Namoro a distância entre elas /lésbicas
  3. Pedido de Namoro Lésbico
  4. Pedido de Namoro Lesbico 02
  5. Lésbicas, mais lindos pedidos de namoro. LGBT - YouTube
  6. PEDIDO DE NAMORO LESBICO
  7. Lésbicas, mais lindos pedidos de namoro. LGBT p2 - YouTube
  8. Namoro lesbico
  9. PEDIDO DE NAMORO LÉSBICAS! - YouTube
  10. PEDIDO DE NAMORO (LÉSBICO) - YouTube

Lésbicas e os pedidos de namoro mais lindo muito amor . Instagram do canal abaixo https://instagram.com/lgbtsapat?igshid=1fosva0qj79fh Twitter Confira byh tr... TESTE: VOCÊ RECONHECE SUA NAMORADA? [LÉSBICAS] - Põe na Roda - Duration: 10:01. Põe Na Roda ... Um pedido de namoro encantador - Duration: 3:28. Rique & Day 2,642,777 views. 3:28 ... Pedido de namoro Beatriz e Maristela 2018 - Duration: 2:25. Caroline Hartmann 133,213 views. ... O Namoro das Lésbicas P.2 😍💝 - Duration: 6:15. Marcos Cz 17,261 views. LINDAS Canal das meninas do TGD!! Quem nao se escreveu no canal delas nao perde tempo vai la e se escrevam!! SURPRESA PEDIDO DE NAMORO- MELHOR NAMORADA - LÉSBICAS - THAMY&GIL - Duration: 2:15. Mudei De Vida 17,098 views. 2:15. TESTE: VOCÊ RECONHECE SUA NAMORADA? [LÉSBICAS] - Põe na Roda - Duration ... Volta comigo? Pedido de namoro Beatriz e Maristela 2018 - Duration: 2:25. ... Casal de Lesbicas fofo ♡ Te Amo Amor♡ - Duration: 0:59. Natalia Alencar 188,169 views. 0:59. Olá galera!!! Neste vídeo contamos um pouco da historia de como foi o nosso pedido de namoro. 💻 Inscreva-se no canal: https://www.youtube.com/channel/UCrRSmJ... Pedido de namoro Beatriz e Maristela 2018 - Duration: 2:25. Caroline Hartmann 142,210 views. ... O Namoro das Lésbicas P.2 😍💝 - Duration: 6:15. Marcos Cz 20,501 views. Fique por dentro do nosso dia dia fora do Youtube Vi : https://www.instagram.com/binhamontee/ CANAL INDIVIDUAL : https://goo.gl/FqSWWh Ju : https://www.insta... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube.